Pó da rabiola

Oi, gente! Finalmente apareci…

Olha, sei que tem um monte de comentário pendente aí, me dá até agonia olhar pro numerinho aqui do lado… mas não consigo responder tudo e escrever post novo, então prometo que vou aprovar e responder todo mundo aos pouquinhos, tá??? :)

Então, galera… tenho altos bafos.

Continue reading…

Oizinho rapidão

Gente, não sumi, só tô numa correria imensa aqui!!!

Vou tentar atualizar o blog essa semana pra contar os bafões. TENHO UM MONTEEEEEEEE!

Mas no momento tô cheia de coisa pra resolver! Quinta-feira terei que ir no consulado brasileiro reconhecer firma por autenticidade pro meu pai poder vender meu carro no Brasil, pois esquecemos de deixar a papelada toda certa quando eu ainda tava lá… agora tá complicado o negócio e tô tendo que resolver isso. Portanto, fica a dica já… quem tá vindo pros EUA e tem bens no Brasil, deixem uma procuração assinada com seus pais JUST IN CASE, sabe??? Resolver isso aqui é fueda.

E também tive um fim de semana corrido (e muito bão!), segunda-feira de muito trabalho + aula de francês que já tá me cansando os miolos e também tô participando de um projeto de final de ano com o pessoal do STB que vai ser bem legal… aí exige dedicação!!! :D

Não desistam de mim! Vou curtir um Grey’s Anatomy agora e descansar… quando tiver com as ideias mais “em ordem” apareço por aqui pra atualizar vocês da minha novela mexicana que tá bombando!

BEIJOS! Ah, e vou responder os comentários também, aguardem… tô com muita preguiça de fazer isso agora, preciso de um breakkkkkkkk! Té mai.

E a semana passou…

Domingão à tarde, ressaquinha, bagunça na casa da Kainara… resolvi postar. Ok, eu sei que o post está indo ao ar segunda à noite, mas comecei no domingo… me perdoem!

Essa semana foi super corrida, não consegui atualizar o blog AT ALL, até mesmo porque nem tinha muita coisa pra escrever e o post anterior bombou TANTO que resolvi deixar de primeirão no ar por mais tempo, hahaha!

Continue reading…

Conto de fadas is over!

Volteiii, bando de gente curiosa! Preparem-se para ler o maior texto de suas vidas!

Eu estava tomando coragem pra começar a escrever um post sobre esses dias em que fiquei fora, mas aqui estou… eu, meu broken heart e minha vontade de desabafar! Sério, se eu morrer sem escrever um livro sobre a minha própria vida, não vou pro céu… o cara lá de cima vai falar que não cumpri minha missão na terra e me mandará de volta encarnada num mosquito, sei lá!!! Que medo!!!

Continue reading…

Post na véspera da felicidade! Eba, eba!

Post corrido, minha gente! Mas tenho certeza que vai terminar grandão! :)

Tentei postar ontem, mas ficou tudo mais corrido ainda porque segunda-feira tenho aula de francês e chego super tarde em casa, mas hoje eu prometi pra mim mesma que iria dar um sinal de vida, pois depois desse post sabe-se lá quando postarei de novo (mas por uma boa causa, né?).

Continue reading…

Uma quinta-feira comum (?)

Oiiii povooooo! Hoje já é quinta-feira (pra vocês aí no Brasil já é sexta)!!! Vamos aplaudir, ê ê!

Essa semana passou voando, que delícia. Acho que quando a gente tá de bom humor as coisas vooooammm… bom dia florzinhas! Bom dia pedrinhas no chão! Bom dia bunda de neném fedida! Bom dia fralda suja indo pro lixo! Bom dia comida no chão que eu tenho que limpar! Bom dia montão de roupa que tenho que lavar! BOM DIA fim de semana seu lindo que não vejo a hora de chegar!!!

Mandei bem nas rimas, hein??? #todosaplaude

Continue reading…

Bafão épico e coisas desinteressantes

Oi, people! Como vai a semana de vocês? A minha está sendo melhor do que eu esperava!

Meu humor melhorou bastante, não tô mais reclamando tanto, o clima aqui em casa com meus fofos também melhorou, mas para isso acontecer, exigiu muito esforço da minha parte, mas não me arrependo nem um pouquinho. Alguém tem que tomar a iniciativa, né?

Continue reading…

Um oizão

Oi, gente!

Tenho tanta coisa pra contar que não sei nem como resumir para um post só… tenho que aprender a contar só o que interessa (se é que tem algo que interessa), mas nunca fui boa em sínteses.

Well, fim de semana foi bão demais. Como comentei no post anterior, recebi visita da carioca nova iorquina Mariana Mello pela segunda vez aqui no suburbão de Philly. Que coisa boa! Fui buscar a bonita na estação de trem sexta à noite de cabelo molhado, enrolado no coque, mas já com a roupa de sair. A primeira coisa que ela me solta quando viu minha meia calça super estilosa (NOT) de bolinhas foi: “Por que cê tá de pijama?” Minha auto-estima amoleceu, né. Tava me achando Priscila, a rainha do deserto, e a mina chega toda trabalhada no sotaque carioca chamando minha outfit de pijama! Não sei como não botei a guria de volta no trem.

Continue reading…

Um oizinho

Quero começar esse post super curto mandando um beijo pro meu paizão lindo e pra minha tia-madrinha que fizeram aniversário esse fim de semana! É muito ruim não poder estar por perto pra encher essas duas pessoas que eu amo tanto de beijo, abraço e também não fazer nenhum tipo de comemoração, mas benzadeus existe Skype e uma conta de telefone pagável no plano da T-Mobile que me permitiu falar com os dois! Amo vocês!!!

Continue reading…

Véspera de sexta-feira, comecemos a celebrar \o/

Manooooooo, que dia tenso. Sério!!! Se céu existir, tenho minha vaga lá garantida com 5 suítes, garagem pra 4 carros e sauna! Fala sério!

Anotem aí: não há nada pior na vida de uma Au Pair do que as crianças faltarem na escola ou não terem aula por qualquer motivo. Isso faz uma bagunça na rotina que você tá acostumada, não dá tempo de se preparar psicologicamente, entende? Mas eu sobrevivi novamente. Palmas para esta Au Pair de 4 crianças que tanto merece!

Continue reading…

Quarta-feira preguiçosa

Mais um título para a Lane A-M-A-R. Estou cada vez mais criativa. #NOT!

Gente, que preguiça monstra desse blog hoje! É bom que vocês estejam lendo mesmo, pois estou me esforçando pra não perder o ritmo de atualização!

Hoje o dia foi ok. Fiquei com os dois bebês o dia inteiro, minha fofa tava até que de bom humor! Vai vendo…

Ela me contou que mandou restaurar uma foto super antiga (acho que dos avós da mãe dela, algo assim, lembro que é um casal) que tá enquadrada e pendurada na parede aqui de casa. Aí a mulher da restauração ligou dizendo que acharam outra foto colada atrás dessa quando tavam restaurando e perguntou se ela queria que salvassem essa também e tal… aí ela disse que sim.

Continue reading…

Terça-feira sem título

Sem tem uma coisa que eu odeio sobre escrever nesse blog é ter que colocar título nos posts! Sempre fui boa em redação, mas os professores sempre comentavam que eu poderia dar uma melhoradinha no título. Acho que vou começar a colocar datas. Vocês vão achar muito ruim?

Terça-feira é um dia super busy na minha rotina auperiana. Toda terça de manhã meu moleque tem aula de natação na YMCA e enquanto ele nada e minha menina tá na escola, eu e minha fofa levamos os bebês para nada mais, nada menos do que aula de música! Pois é.

Às vezes acho um saco, às vezes gosto. Hoje eu gostei. A mocinha que dá a aula é uma FOFA, sério, ela é tão esforçada e a aula é tão sem sentido que eu e minha fofa ficamos com pena. Acabamos de matricular os babies pro segundo semestre só por dó da moça, pois ela é mesmo uma graça. Enfim, esse não é o pornto. A parte legal é que tô aprendendo várias musiquinhas infantis. Se um dia eu casar com um gringo e tiver filhos com ele, saberei cantar musiquinhas em duas línguas, não é o máximo? A mais fácil até agora é a dos 5 patinhos que foram passear (little ducks went out one day, over the hills and far away…) a e mais díficil é a da dona aranha que subiu pela parede!!! Nossa, como é foda!!!

Criançada na natação hoje de manhã. Esse lugar é muito quente, pqp!

A aula se resume em cantar musiquinhas, que os bebês não acompanham muito, mas é bonitinho de ver!!! Os meus já se chacoalham numa tentativa de “dança”, batem palmas e dão gritinhos agudos. Tem até umas kids de 3 anos lá que cantam o abecedário inteiro, maior legal. Espero que os meus babies também sejam desenvolvidos assim. E aí tem uma hora na aula que a professora gracinha distribui instrumentos musicais para os BEBÊS MANO. Essa é a parte que eu mais odeio, pois eles colocam tudo na boca e minha fofa é neurótica com coisa de germe, aí temos que ficar de 5 em 5 segundos rancando as coisas das bocas e eles começam a chorar… fora o barulho dos instrumentos, né… todo mundo odeia e acha irritante, mas as mães fingem que curtem porque são seus fedelhos causando, né… Mas como não é filho meu, não acho nada bonitinho e nada legal, mas finjo, pois sou empreg… Au Pair!!!

São sempre mães ou avós com seus filhos ou netos na aula. Hoje começou a sessão nova, tinha uma galera nova, novos amiguinhos pros meus twins! Me surpreendeu muito um PAIIIIIII levando seu filho!!! Achei muito digno, sabe. Coitado, eu sabia mais musiquinha do que ele!!! Deve ser um saco pra homem aquela aulinha, sem zuera… admirei muito o moço (minha fofa também, depois fofocamos sobre isso). Ela mesmo disse que não conseguiria imaginar meu fofo fazendo o que aquele pai estava fazendo hoje… sentado no chão cantando 5 patinhos foram passear e depois we are going to a bear hunt! Sério. Palmas pros pais que participam!!!

Depois desse dia cheio, minhas kids não tiveram aula à tarde e minha fofa levou eles num playdate, onde passaram a tarde toda!!! Que delícia. Fiquei em casa o dia inteirinho sozinha com os bebês, que dormiram das 13h30 às 16h30!!! Não dormiram esse tempo todo, mas ficaram de boa lá. Que coisa rara, parecia milagre. Tive tanto tempo livre hoje que consegui até lavar roupa, que alegria. Tava sem meia pra usar já. Confesso que hoje usei a mesma de ontem, vejam o nível.

Estamos precisando ir ao supermercado nessa casa! Hoje não tinha nem pão pra eu almoçar, nem aquelas comidinhas rápidas congeladas horríveis que minha fofa compra… nem ovo. Nem presunto pra eu enrolar com o queijo e fazer um bem bolado, sabe??? Só tinha umas comidas de criança que me recuso a comer, pois é totalmente artificial o molho… dá vontade de vomitar. Achei uns nuggets meio velhos no freezer, coloquei 40 segundão no microondas e mandei pra dentro!!! Que bosta de almoço, fala sério!!! Mãe, que saudade!!!

Meu almoço :(

É muito foda não ter tempo pra cozinhar, dar fome e não poder sair pra comprar alguma coisa… e eles não tão nem aí quando a comida tá acabando, pois comem qualquer porcaria. Às vezes as crianças almoçam batatinha, vê se pode… uma vez almoçaram algumas uvas. Tudo bem que uva é saudável, mas comer 5 uvinhas não é almoço, mano! Meio que acostumei a comer sanduíche em vez de arroz e bife (odeio feijão e por favor não comentem sobre isso porque já enjoei de pessoas indignadas com esse fato), mas vixe… comer bem é a coisa que mais sinto falta nesse país! Daria 100 dólares por apenas um pratinho de comida da minha mãe no almoço de amanhã. #sonha

Fui pra academia depois de tudo isso… sem energias, sério. Ontem fui dormir tarde, pois fiquei assistindo Grey’s Anatomy e sonhando com o doutor Derek. Tem uma aula que eu faço no YMCA que é muito legal, chamada Happy Hour. A professora é meio riponga, sabe, muito gente fina e doida. O objetivo da aula é fazer uns movimentos sem noção misturados com dança pra queimar muita caloria. Cansa muito, mas é super divertido, ainda mais porque 80% da classe só tem véia!!! E a professora faz a gente fazer uns movimentos sexys, sabe, tipo andar se sentindo a poderosa, se jogar no chão ao som de Lady Gaga, balançar o cabelo, ficar rebolando… me divirto!!! A gente fecha o olho e se joga nos movimentos, esquecemos do mundo… mas de vez em quando dou uma espiadinha pra ver a veiarada soltando a franga e adoro! Deve ser muito bom pra elas ter esse momento, né? Devem ter 8 filhos cada e um marido que só quer saber de baseball, cerveja e frango de potão… aí vão pra aula da academia se sentirem gostosonas. Acho digno!!!

Bom, gente…

Hoje completam-se 3 dias sem um sinal de vida do americaninho do Wawa!!! Vamos aplaudir, eee! Adianta ser gracinha nas primeiras 24 horas? NÃO! hahaha Aprendam desde já… americano não rolaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Tava muito bom pra ser verdade, viu. Agora vou ter que tentar a sorte em outro pós-balada pra achar alguém pra curar minha fossa depois do dia primeiro de dezembro…

Falando em fossa, hoje o inglês me mandou uma mensagem que fiquei incrédula. Disse que arrumou lugar pra gente ficar em NY e que não vai mais precisar do hotel (ele não tava conseguindo achar um decente por menos de 600 dólares/diária em Manhattan). Adivinhem onde vamos ficar? Na casa de uns parentes dele!!! Olha que beleza. Não sei se curti ou não a ideia, mas vamo que vamo, né. Tomara que sejam legais e que gostem de mim. Que bafo, vou conhecer a família do britânico, mano!!! Vai cagar né, parece que é de propósito pra eu me apegar mais! hahahaha Em Vegas, ele já tinha comentado que tinha parentes em NY e que se voltasse pros EUA, queria visitá-los… mas nunca me ocorreu que isso fosse acontecer de verdade e que eu estaria junto nessa visita. E me hospedando de gaiata ainda. Que vida engraçada.

Como será que ele vai me apresentar??? “Então, tio… essa é a Beatriz, uma brasileira que conheci em Vegas e trouxe pra dormir na sua casa.” Não?! “Tio, essa é minha AMIGA Beatriz, ela é o do Brasil, mora aqui nos Estados Unidos… nos conhecemos em Vegas”. Putz. Vegas sempre dá um ar menos sério pra frase, né? Pq será?

Ou será que ele falará que sou girlfriend? Pois girlfriend nesse país significa tanto NAMORADA quanto amiga mulher. Só que se a pessoa tá frente a frente com você, você não precisa usar o girl, pois é óbio que é uma menina… aí você só usa o friend. Faz sentido??? Mas se você quer dizer que é namorada mesmo, aí o girlfriend cai como uma luva.

Olha que coisa de menina ficar encucada com essas coisas, né? Nem sei o que esperar. Tomara que ele diga que me achou na rua com frio e ofereceu abrigo, hahahahahahaha!

Quando fui pra Flórida visitar ele, teve um dia que fomos alugar jet skis pra dar um rolê. Aí o carinha do lugar onde alugamos já conhecia ele e tal… e acho que estranhou minha presença e fez uma perguntinhas tipo: “E essa mocinha, tá de férias por aqui?” Aí ele: “Not really!” O carinha perguntou onde nos conhecemos… e nós dois respondemos juntos: “Em Vegas!” O cara abriu a boca, incrédulo… e depois perguntou: “Quando foi isso? E o que vocês tão fazendo aqui agora, sendo que ela é brasileira, você é inglês e a Flórida é ridiculamente longe de Las Vegas?” Aí respondemos que foi em Julho, que eu moro nos Estados Unidos, ele está aqui a trabalho e eu só estava fazendo uma visitinha… e que a história é complicada.

Aí o cara ficou todo confuso. Huahuahaahuahuauha! Que bosta, né! Se é confuso pra mim, imagina pra quem ouve a história!

É o que tem pra hoje!!!

Ahhh, antes que eu me esqueça! Hoje saiu post novo meu no blog do STB!!! O segundo (e melhor) post sobre minha trip pra de Chicago no comecinho de setembro, aposto que vou deixar um monte de gente morrendo de vontade pra ir pra lá. Se não estiverem enjoadas das minhas abobrinhas, acessem lá, tem um monte de fotos!!! Weekend trip to Chicago! (Parte 2)

Agora deixem-me voltar pro Derek Shepherd, meu novo amor seriadístico.

Beijo pra quem fica!

Mais uma segunda-feira auperiana

Oi, gente!

Como foram de segunda-feira? A minha foi busy, como sempre. E não é só porque é segunda-feira que é trash, é porque é o dia da semana que não tenho tempo nem de comer.

Quero começar esse post dizendo que fiz uns updates radicais nos posts anteriores em que eu escrevi de cabeça quente falando dos meus fofos. Resolvi escutar os milhões de conselhos dos meus pais, de outras pessoas queridas da minha família e também das minhas melhores amigas. Mesmo que as chances sejam mínimas, não quero escrever nada que cause arrependimento depois, até mesmo porque essa vida de Au Pair é cheia de altos e baixos, um dia estou amando tudo e outro dia estou odiando. No momento, tô no mood de falar de amor, não de ódio! Espero que compreendam minha atitude… tenho certeza que a maioria de vocês faria a mesma coisa!

Agora que nosso fuso horário mudou, está escurecendo às 5 da tarde (quando cheguei aqui, escurecia às 9 da noite, muito estranho). Sei lá se é psicológico, mas quando você olha pra fora e já tá escuro, dá mais cansaço, sei lá. E meus babies sentiram a diferença, viu… tão curtindo um jetlag brabo!!! Acordaram às 5h30 da manhã hoje, um deles dormiu a manhã inteira depois e outro ficou acordado e dormiu à tarde. Ou seja, com dois bebês, nem na nap time a Au Pair tem folga! Surtei!

Hoje minha fofa veio falar comigo que a Au Pair Care já começou a enviar notificações sobre o processo de extensão do programa. Me deu até um frio na barriga, sabe? Geralmente, as notificações chegam quando estamos aqui há 9, 10 meses, não com 7… mas ok, né? Para quem não sabe, eu já vim pros EUA com o compromisso de ficar mais de 1 ano nessa família, pois minha host family não contrata nenhuma Au Pair que queira ficar só 1 ano. E sim, foi uma decisão difícil de tomar, mas topei… ainda é cedo pra dizer se me arrependi. Às vezes não vejo a hora de ir embora (como nesses dias em que escrevi os posts revoltados), mas às vezes vejo que tenho tanta coisa pra viver e aprendi aqui, que estaria desesperada se só tivesse mais 5 meses pela frente!

Eu vou estender por mais 6 meses, portanto tenho mais 11 pela frente + o mês extra (Grace Period) que estou pensando em fazer uma trip na costa oeste, pois ainda não conheço Seattle, cidade que quero muito visitar, e nunca nem pisei no estado da Califórnia, um must see nos EUA, né? Veremos… O problema da minha extensão é que não posso estender ser ter completado os 6 créditos obrigatórios do primeiro ano. Quando os papéis chegarem, só terei completado 3! Então minha fofa tá meio desesperada e já me mandando todos os cursos de mid season que tem aqui na região. Pelo jeito vou ter que fazer QUALQUER COISA só pra completar os créditos… confesso que isso me deu uma desanimada. Mas se for o jeito, né…

Enfim, hoje o dia é busy porque tenho aula de francês das 7 às 9 e a escola fica a meia hora da minha casa. Fico off às 5h, termino a laundry, faço minha homework (nunca faço com antecedência – sendo que tenho uma semana pra isso -, sempre deixo pra uns minutinhos antes de ir pra escola, como sempre fiz em toda minha vida escolar, mas agora tenho motivos porque sou realmente uma busy person, não porque não posso perder um episódio de Pokémon na Eliana, hahahahaha) e me mando! Chego em casa quase 10 da noite às segundas… pois é, gente. Quando eu disse que tinha dia que eu não tomava banho, geralmente é de segunda porque dá muita preguiça!!! Mas juro que hoje eu tomei!!!

A aula foi ok! É muita informação, jesuis. Mesmo que seja meio parecidinho com o português, meu cérebro não capta tudo. Eu amo meu professor, sério, ele é o cara. Mas hoje ele quis f*der né… contou até CEM em francês! Sério… contar na nossa língua já é foda, é uma coisa que dá sono, imagina o cara lá contando até cem… un, deux, trois, quatre, ZzZZzzZZzz…

E esse foi meu dia.

Calma, não esqueci que vocês tão mais interessadas na minha vida de Big Brother do que em tudo isso que acabei de escrever.

Primeiramente tenho que comentar que recebi um comentário no post de ontem que me deixou bem feliz e surpresa. Ninguém mais, ninguém menos do que meu ex namorado que ainda não era ex quando vim pra cá (contando até 5 pra todo mundo voltar no post anterior pra fuçar…). Fiquei super feliz por ele ter sido tão bacana e não ter perdido o excelente senso de humor (Rafael, isso é o melhor em você, hahaha) e ainda ter dado um conselho para minhas leitoras que farei questão de repassar aqui com créditos e tudo. Mesmo no meio dos meus posts idiotas e dos meus “causos” sobre essas paixonites, só tenho a agradecer por você ainda ser um dos meus maiores fãs (olha que metida) e simplesmente por me respeitar! That’s it! Agora, taí o conselho dele:

Não sei se o povo lê os comentários, mas, só pra deixar clara a minha opinião pro pessoal, já que fui citado: A gente ter terminado foi a melhor coisa para os dois. NÃO venham namorando. Vai viajar? Se entrega e vive a SUA experiência. Claro que no começo foi difícil, mas como eu também viajei, percebi rápido que isso era bom pra mim também. Vi várias pessoas aqui que vieram namorando e vou te contar, sempre dá merda (melhor palavra encontrada, desculpa).
Pronto, recado dado.”

É bem isso mesmo. Tá dado o recado para quem ainda tem dúvidas se vem ou não namorando. Nós dois namorávamos, eu vim pros EUA, depois ele veio (pra morar perto, ainda) e estamos vivendo nossas próprias experiências, cada um do seu jeito. Temos nossos próprios e singulares objetivos e sentimos que precisamos passar por tudo isso. Fiquei feliz em saber que não bateu arrependimento em nenhum dos lados, mesmo que no começo tenha sido difícil.

PRONTO! Agora tá na mão de vocês e nos seus status do Facebook ou whatever.

Agora passando para um bafão mais atual, o prazo de validade para o americaninho do Wawa deixar de ser um asshole já expirou. Ele tem meu telefone, foi todo gracinha, mas 2 dias inteiros sem dar um sinal de vida é bastante coisa. Eu até mandei uma mensaginha meio “how was your weekend?” só pra não dizer que não fiz minha parte. Fiquei no vácuo, como esperado. Vocês acham que vai superar o inglês desse jeito? JAMÉ!!! Mas veremos qual será a desculpinha tipo “I’m too busy at work” que ele mandará, caso responda daqui 3 anos, hahaha!

Com o inglês tá tudo lindo, tirando o fato de ele ir embora pro Afeganistão ou sei lá pra onde daqui uns meses. Hoje ele tirou o dia para reservar os hotéis em Philly e em NY, que legal! Nem acredito que as coisas chegaram a esse ponto, viu.  Nos conhecemos em Vegas no meu primeiro dia, ele já estava lá há uns 5 com toda a tropa dele do exército, hahaha Queria poder viajar “a trabalho” assim, viu. Ficamos todos os dias juntos lá (não casei na balada, galera, a gente festô together e vimos o sol nascer na The Strip, somos finos), depois ele foi embora pra Inglaterra e pra algum país da África que eu não lembro o nome por quase 2 meses. Nos falamos todo santo dia, sem pular um… mesmo com o fuso horário de 6 horas de diferença! Até que um dia ele me mandou um e-mail dizendo que talvez iria pra Flórida em novembro pra um negócio do exército e ficaria 6 meses, mas nada certo. E disse que se viesse, seria meio que uma missão vir pra cá me ver… olha que romântico. Um voozinho interno não dói, né?

No fim das contas, ele acabou vindo mais cedo, em setembro, mas pra ficar só 3 meses. Eu acabei indo pra Flórida primeiro, pois consegui uns dias off no trabalho… foi tudo perfeito, me senti num filme bem hollywoodiano, mas ele ainda ficou devendo a visita, que jamais criei expectativas que acontecesse. E a palavra de soldado não me decepcionou… não é o que menino tá vindo mesmo? #todossuspira


Minha novela é uma novela mexicana. Acima, pessoas em que eu me inspiro: Carlos Daniel e Paulina Martins (gêmea de Paola Bracho), de A Usurpadora (melhor novela do mundo, superando até mesmo Laços de Família) 


A história é tão bonitinha que até dá raiva. E não adianta ficarem torcendo aí para a linda história do soldado e da Au Pair. Infelizmente não tem jeito de ser happily ever after sendo metade Au Pair, metade muié de soldado que vive que nem nômade e provavelmente, lindo daquele jeito, deve ter um amor em cada aeroporto (ou em cada trincheira, sei lá)! Mais fácil o americaninho do Wawa virar príncipe do que meu conto de fadas vingar, hahahaha. Sad but true!!!

Tenho que ir, hoje é dia de assistir Grey’s Anatomy! Tô apaixonada pelo Derek Shepherd, alguém aí assiste??? É uma gracinha, tomara que ele fique com a filha da médica famosa… esqueci o nome do personagem, ainda estou no terceiro episódio da primeira temporada (a mais atrasada).

Beijos!!!

Fofoquinhas básicas sobre mim mesma

Manooooooooooooo, como vocês curtem uma fofoca! Sério! Em menos de 24 horas o post anterior bombou de comentários, fora os zilhares de replies no Twitter! Hahahaha! Vocês devem estar é cansados das minhas reclamações e dos meus papinhos sobre criança, né? Querem é saber de balada, dos americaninhos, da minha vida amorosa super zuada! Vou te contar… tão até implorando por detalhes!

É por isso que o Big Brother vende tanto, hahahaha O povo curte a fofocaida! E EU TAMBÉM! É por isso que agora que já abri a minha vida mesmo, sabe, vou compartilhar um pouquinho mais. Sei que deveria pensar mais no meu futuro em vez de me expor tanto, mas ah… cansei. Me divirto mais com esse blog e com os comentários que recebo do que qualquer outra coisa!

Meu pai comentou num dos posts aí me dando um puxão de orelha! Ele disse que não devia ficar reclamando tanto e maneirar nas coisas que falo sobre meus fofos. Eu acho que ele tem super razão, principalmente em se preocupar comigo… mas ao mesmo tempo, só eu sei o quanto me sinto aliviada depois. Só espero de coração que meus fofos jamais tenham tempo de copiar e colar tudo que eu escrevo no Google tradutor para tentarem entender… hehe! Anyway! Hoje é domingo, perto das 9 da noite e acabei de chegar em casa, ó que delícia! (Obrigada Kainara pela hospedagem, pela toalha emprestada, pelo papel higiênico que gastei, pelo algodão pra remover a maquiagem, pela bagel com cream cheese, pelo Iced Tea diet, por arrumar a bagunça que deixei aí e nem fiz o favor de dobrar a coberta etc…)

Nosso breakfast! Muita gordice, mas é tão bão!

Vocês devem estar doidas pra saber se o americaninho do Wawa me ligou, né? Então, pelo fato de ser americano, claro que não! Hahahaha! Mas no dia seguinte mandei uma mensagem bem boa moça pra ele, né, pra compensar o fato de eu ter mandado uma amiga bêbada ir pedir o telefone na noite anterior. Não combina muito comigo essas atitudes, mas aqui a gente vive a experiência. Ele respondeu SUPER gracinha, disse que ficou super feliz de ter me conhecido e tb minhas amigas, mesmo que todas muito doidas. Aí trocamos mais uns sms x. Uma hora ele disse que não estaria around no sábado porque ia tocar com a banda dele em Philly, mas que poderíamos marcar algo qualquer dia. Como assim ele tem uma banda? Não é um menino do hip hop como a maioria daqui? Dei um sorrisinho maroto pra Kainara, que estava acompanhando a saga das mensaginhas.

Aí perguntei o que ele tocava e que tipo de música! Rock, of course, e baterista (que karma, Beatriz). Aí ele me passou o Facebook da banda pra eu ouvir as músicas, hahahaha Legaizinhas, até. Nada muito AC/DC, mas bacana! Enfim… ficou por isso mesmo. Mas né? Só de não ser um menino que usa corrente de ouro ou boné reto do Phillies por aí, já ganha uns pontos. (Gente, estou me esforçando!!!) Enfim… party time.

A baladinha de sábado foi bem legalzinha! Fomos prum bairro universitário de Philly, bem diferente dos lugares que costumamos ir. Tava bem cheio de americanos toscos, as usual. Aquelas meninas mega maquiadas, usando cint… ops, saias, decotes super vulgares e bebendo até passar mal. Os caras flertando no mais-do-que-batido “whazzup gorgeous” e tudo mais. O DJ cortava as músicas do nada, sabe, não mandava nem um fade out… Pelo menos tocaram as nossas músicas, que se resumem a todas do LMFAO! Até rolou um AC/DC, gente. Claro que fui a única pirando lá, né. Minhas amigas devem ter vergonha de mim sometimes! E gente miada e DJ miado são sempre compensados pelas minhas girls. Sério, minhas amigas são as melhores, cara. A gente só precisa da gente mesma pra se divertir! Isso é o que importa. Não tem noite ruim com elas! E mesmo que tivesse, o Wawa tá aí pra isso!

Minhas best party partners! Kainara, Janaína, Eu e a Paty! Os cabelos ainda estavam ok, maquiagem também…

Depois da meia-noite, todas as carruagens virando abóboras! :P

Tocaram umas duzentas músicas que me lembraram meu menino inglês, cara. As músicas que curtimos nos bares de Vegas, as que dançamos até morrer na Flórida e até as músicas que ele coloca pra eu ouvir no computador dele quando nos falamos ao telefone. Que bosta, né? Cedo demais para eu superar essa média-fossa com o americaninho do Wawa. Mas a gente sobrevive. Dei até uma desanimada uma hora, pois tô meio confusa, as coisas ficarão muito esquisitas daqui 1 mês quando ele for embora forever and ever. Aí né, já tinha tomado umas cervejas e recebido abraços de amigas, mandei uma mensagem pro infeliz só dizendo miss you, porque tava foda mesmo. Aí ele respondeu bem rápido e todo bonitinho, mesmo que fosse pra lá de madrugada já… daquele jeito bem inglês, meio frio, mas dizendo o suficiente pra me deixar mais confortável… haha! Que difícil, galera!

Ganhamos uma horinha a mais de balada, pois o fuso horário mudou aqui! A parte ruim é que agora são 3 horas de diferença do Brasil. Meus pais devem até estar comemorando DE LEVE… não que não me amem, mas é que ultimamente só tenho ligado pra eles pra chorar as pitangas e pra reclamar. Deve ser um saco, né? Mãe, pai, vocês são os caras. Obrigada pela paciência.

Aí saindo da baladinha, -4 graus outside, olha que DÉLIS!!! O americaninho me manda um SMS, cêis acha? Eu toda sofrida pelo inglês… mas nem tocou meu coração, na verdade. Mas a gente dá uma chance, né! Principalmente porque ele foi cute. Disse que tinha acabado o show com a banda e que esperava que eu estivesse me divertindo muito com minhas amigas. Depois, guess what… escreveu “Boa-noite. Is that correct?” hahaha Que bonitinho, né? Aí eu disse que tava certo sem o hífen, mas que valeu a tentativa. Minhas amigas acharam O MÁXIMOOO ele ter mandado isso ou então elas fingiram bem o apoio moral, pois estão acompanhando bem minha fossa antecipada! hahahaha Eu nem achei nada demais, tendo em vista que o inglês me manda bom dia e boa noite todo santo dia em português!!! Quando é afternoon, ele só manda “oi”, pois acho que esqueci de ensiná-lo como se fala boa tarde… como a gente fica tonta, nossa! Meu nome é Beatriz, estou na sexta série e paquero meu classmate!!! Preciso de um banho de maturidade amorosa, haha Mas essas paixonites movem o mundo! As minhas, então… dá pra escrever uma bíblia do amor!!!

A caravana do subúrbio curtiu muito a noitada na cidade grande, mas é claro que não deixamos de passar no Wawa. Todo mundo com suas bagels e cafés… que beleza. Tava bem miado dessa vez, ninguém teve sucesso! Acontece na maioria das vezes, mas temos que persistir!!!

Dormi na casa da Kainara, pra variar, e acordamos quase 2 da tarde… permanecemos o dia inteiro de pijamas, bodeando no basement… às vezes faz bem! Hoje escureceu às 5 da tarde, vocês tem ideia? Acho que esse inverno vai ser muito trash. Tomamos vergonha na cara e nos arrumamos para, pelo menos, sair pra jantar. Rodamos o subúrbio inteiro e acabamos parando no Applebee’s. Uau, que criativo esse lugar… NOT. Pra vocês verem como tem coisa pra fazer, né.

Eu tentando sensualizar com o copo de água no Applebee’s hoje, mas sem sucesso. Vejam meu olho semi aberto, que coisa provocadora, gente.

Esse é um negócio que eu amo comer e que tem em praticamente em todos os restaurantes americanos na parte de aperitivos do cardápio. São nachos com artichoke & spinach dip… tipo um patê de alcachofra e espinafre, sei lá. Minha mãe iria amar, tem a cara dela essas coisas. É muito bão!

Pelo menos eu comi bem, coisa que não faço durante a semana! E fiquei toda feliz, pois o inglês tava bonzinho hoje nas mensagens, hahaha Disse que não vê a hora de vir pra cá me ver no Thanksgiving e que já decidiu onde vamos ficar. Ele vai pegar um hotel em Philly e outro em NY pra gente passear no black friday, já que com certeza vamos tentar fazer umas compras. Yay!!! Tô contando os dias!!!

Amanhã é segunda, gente… mandem muita força e energia para essa Au Pair de 4 quiança!!!

Beijones!


Coisas esquisitas acontecendo

UPDATE IMPORTANTE:

 

Deletei parte desse post que poderia me prejudicar no futuro! É o que dá escrever as coisas de cabeça quente… esse blog é meu melhor amigo, não quero que tenha alguma chance de se virar contra mim no futuro. Espero que entendam :)

Aqui comecei a escrever como começou minha sexta à noite depois que saí de casa, de malas prontas, pra me mudar pra casa da Kainara, como sempre faço:

Cheguei na casa da Kainara e ela ainda tava trabalhando, coitada. 9 horas da noite! Colocamos o bafos em dia e tal… Depois ela disse: “Bia, acabei de colocar as kids pra dormir, mas não posso ir pro meu quarto até minha fofa chegar. Então, fica aqui na sala enquanto vou tomar banho, só em caso das kids acordarem.” Aí meu… o gato começou a chorar aqui, sei lá, não curto muito bicho, vocês sabem. Já me apavorou ficar na sala com o cachorro e o gato passeando, fazendo vulto, nossa hahaha Aí o kid da Kainara desce desesperado e fui ver o que houve! Aí o moleque: “Beatriz, o gato tá chorando… eu não lembro se demos comida pra ele hoje…” Ai eu: “Ah sim, compreendo… O que posso fazer pra te ajudar?” Aí ele: “Dar comida pro gato…” Eu: “Hum… a Kainara está tomando banho, assim que ela sair prometo que aviso ela sobre isso ok?” Aí ele ficou desconfiado e voltou pra cama.

O gato continuava a chorar, que saco!!! Daqui a pouco aparece a Kainara e o menino na sala… ela falando: “Ele foi lá no meu quarto me chamar pra falar do gato!!! E agora eu também não sei dar comida, porque parece que tem quantidade certa!!!” HAHAHAHAHA Olha sabe… já sou Au Pair de 4, virei Au pair das kids da minha amiga E DO GATO por alguns minutos. É demais. Kainara, meu amor, eu tô brincando, sério… achei o máximo essa experiência! E é isso que as amigas fazem, viu. Você me oferece casa e bagel de todo dia e eu babysitto seus kids e o gato estranho da sua casa. Perfect!!!

A fofa da Kainara chegou quase 11 em casa, aí zarpamos pra Doylestown nas baladinhas de sempre. Dessa vez, praticamente todas as meninas foram, foi MARA!!! Dançamos horrores, foi muito diverido!!! Tocou “Shots” do LMFAO 2 vezes, não tem música pra eu pirar mais que essa. Ela me lembra muito meu menininho inglês de quando fui pra Flórida visitar ele. Em todas as baladas que fomos juntos lá, até mesmo no Busch Gardens (!), tocava isso, hahaha Aí que bocó eu, né. Mas enfim…

Nossa noite, pra variar, acabou no Wawa pegando um chocolate quente e um bagel! Pra quem não sabe, Wawa é uma loja de conveniência TIPO o  7 Eleven, mas que só tem nos estados da Pennsylvania, New Jersey e Delaware. E sem dúvidas é uma das melhores coisas dos EUA que não saberei viver sem quando voltar pro Brasil. E a gente super brinca que quando a balada é miada, o Wawa compensa. Até mesmo porque temos uma amigona aqui que era Au Pair e se casou com um menino que conheceu lá depois da balada, então sei lá, virou um ritual nosso sair de onde estivermos e passar no Wawa pra comprar qualquer coisa e ver pessoas fazendo a mesma coisa.

E ontem estávamos em uma gangue imensa, já chegamos falando alto e em português, todas produzidas-mas-já-meio-acabadas, pois maquiagem não dura a noite inteira e nem a escova na franja. Eis que tô na fila papeando (provavelmente em alto e bom som) com a Janaína e Kainara depois de umas beers e esperando pra pagar meu bagel, um mocinho super ajeitado para e pergunta: “Excuse me, what language are you guys speaking?” Aí já começamos a rir, pois isso acontece SEMPRE SEMPRE SEMPRE que saímos. Aí fui tirar uma com ele… “Você tem 5 chances para tentar adivinhar! E eu duvido que não acertará!” Aí ele falou “Dá UMA DICA!” Aí eu: “Nós não somos russas”. Ele: “Eu não falaria que vocês são russas”. Eu: “Já é uma grande coisa, pois geralmente é a primeira coisa que ouvimos!” Ele: “Conversem mais um pouquinho aí pra eu ouvir melhor…” Aí comecei a falar coisas random com as meninas e ele ficou com uma cara de “não sei mesmo mano!”. Aí falou: “Não faço a menor ideia. Por favor, me fala.” Aí eu: “Ahn… no!” Aí ele: “Ok, thanks”. E saiu andando!!! Fui dar uma de engraçadinha e fiquei no vácuo, né. O moço maior bonitinho… mas é claro que depois ele voltou! Aí acabamos falando que falamos português e ele perguntou se éramos brasilerias ou portuguesas. Isso significa que ele SABE que no Brasil falam português, coisa muito rara aqui nos EUA, pois não tem uma single person que não pense que falamos spanish.

Aí o mocinho disse “nice to meet you” e foi lá com os amigos. Enquanto isso, fui buscar minha bagel e tal. Maior gostei dele. E todas nós “byeeeee”. Entramos no carro e falei: “Americano é muito froxo, maior dando lero e nem pega um contato, nada… se é no Brasil… vixe…” Aí me deu uma luz e mandei uma das nossas colegas que tava mais loca que o Batman descer lá e pegar o telefone dele pra mim. AI FALEI MESMO SABE. Tem que curtir a vida, essas coisas dão mais emoção no dia-a-dia. E outra: eu preciso aprender a gostar de americano (odeio todos cada vez mais no momento) ou senão não sobreviverei por mais um ano nesse país, minha gente! Meu inglês perfeição da natureza vai me abandonar em pleno começo de inverno e depois vai sumir pra sempre, provavelmente, pois ele é do exército, faz aquelas missões de ficar duzentos meses fora de casa no meio do nada, sei lá, aí já me conheço e sei que vou sofrer no travesseiro, pois tá feia a coisa… Nem tenho nada demais com ele (ou tenho???) e já tenho mania de comparar com todo carinha que eu conheço. Ele já ganha pelo sotaque, né, vamos combinar… mas eu preciso superar isso, hahahaha

Enfim, não é que a louca da guria voltou no Wawa a ainda TROUXE o menino até o carro pra falar comigo? HAHAHAHA Ele foi super gracinha e tava sóbrio! Super anotou meu telefone e tudo mais. E as duzentas gurias no carro fazendo OUNNN MIMIMIIMIMIMIIMIMIIMIIMMII. Nem fiquei tímida, pois era tudo for fun. O Wawa não é uma lenda, é verdade… balada TEM que acabar lá, ou nada faz sentido nessa vida!

É isso, vamos ver no que var dar! Um ponto para a Beatriz que está superando o asco que tem de americanos. Em 7 meses comemorados ontem aqui nos EUA, esse é o segundo americano de quem me aproximo um pouquinho a ponto de dar meu telefone. Isso é um grande passo, gente… espero curar essa doença ASAP. Isso é uma coisa estranha acontecendo, né? Tão estranha quanto a fofisse dos meus fofos ontem à noite…

Bom, a Kainara saiu do banho, minha vez. Hoje tem baladinha na cidade grande, o que sempre compensa mais do que o subúrbio (lá também tem Wawa). Vou me divertir muito, pois Au Pair de 4 fedelhos merece mais do que qualquer outra Au Pair!

High-five e bom resto de fim de semana pra todo mundo! Preguiiiiça de colocar foto nesse post… vou colocar uma de mim mesma curtindo uma preguiça e uma ressaquinha moral aqui na casa da Kainara enquanto ela trabalhava, hahaha

 

Post feliz

Oi pessoas lindas do meu coração! Hoje é sexta-feira e estou com um bom humor irritante!

Quero começar esse post agradecendo demais a todas as pessoas que leram e principalmente às que comentaram no post revoltado, idiota e deprê de ontem! Muito obrigada pelo apoio moral. Tinha esquecido de como escrever nesse blog me faz tão bem. Hoje nem tô mais me importando muito com o que aconteceu, estou super positiva, hahaha! Eu juro que não sou bipolar, sou só uma Au Pair em crise!

Achei que meu dia ia ser um hell hoje, mas só tive notícia boa. A primeira é que geralmente minha kid não tem escola de sexta, mas hoje ela teve o dia inteiro! EBA! Olha, é um saco ficar com ela o dia inteiro em casa, pois só tem reclamado ultimamente. E ela curte aquelas brincadeiras de criança de ficar imaginando, sabe? Tipo brincar de  “irmãs”. Aí tenho que fingir que sou irmã dela e agir como, ficar inventando historinha enquanto tem dois bebês berrando do lado… nossa, acho um saco, não consigo me concentrar nessa viagem toda, acho que tô velha. Super curto fazer arts and crafts, colorir, brincar de salão… faço nossas unhas, deixo ela encher meu cabelo de nós, sabe! Sem crise. Brinco de jogo da memória e até assisto Dumbo, mas brincar de fingir as coisas não é comigo, fico muito de saco cheio!

Enfim, hoje ela foi pra escola e só fiquei com meu moleque e com os babies, que tavam bem sussa hoje. Abro o site da Disney no computador e meu moleque fica horas lá, nem perturba, sabe. Tô nem aí se é saudável ou não, desde que não queira brincar de “irmãs” comigo, tá tudo bem, HAHAHA que maldade né. Mas ninguém mandou a mulher ter 4 crianças e só contratar uma babysitter. Não sou uma máquina de inventar brincadeiras criativas. De vez em quando incentivo um jogo mais educativo, tipo de soletrar palavras e fico ajudando até que um dos bebês faz alguma merda e tenho que parar tudo. É rotineiro.

Voltando para a parte boa do dia, minha fofa disse que assim que os babies fossem para a nap ao meio dia e meia, eu poderia ir ao correio buscar um pacote que chegou pra mim e que precisaria ser retirado lá! Fiquei super curiosa e amei essa parte do meu dia :) Minha amiga linda de morrer, a Tati, me enviou pelo correio vários DVDs com TODOS os episódios de TODAS as séries que eu era viciada no Brasil e que não consigo assistir aqui, aí fiquei super atrasada. Ela super caprichou no pacote e na cartinha… não tem sensação melhor do que receber uma caixa ou qualquer coisa do Brasil. Thanks, amiga :) Ganhei meu dia aí, já!

Detalhe para minha chave super MANEIRA e “hallowínstica” que usei para cobrir o endereço!

Depois de ir ao correio, minha fofa disse que eu teria que ir pra uma cidade vizinha levar meu carro pra fazer troca de óleo. Adoro essas tarefas extras, pois significa que ficarei um tempo sem crianças e que eu posso dirigir com música no último volume. Super botei um LMFAO pra entrar no clima do fim de semana! Aproveitei a espera na troca de óleo para ler revista de fofoca, coisa que não fazia há muito tempo. Gente, como assim a Kim Kardashian se divorciou depois de 72 dias do casamento de 6 milhões de dólares? CHOQUEI. Maior bafão aqui nos EUA, só se fala nisso. Deu mais bafafá do que o caso Piovani-Dolabella aí no Brasil.

Depois de fazer todas essas coisas super difíceis, ainda eram 13h30 e eu só precisava buscar minha kid na escola às 15h, que é na mesma cidade do lugar da troca de óleo. Ai que delícia ficar 1h e meia sem fazer nada! Parecia brincadeira. Acho que papai do céu ficou com dó de mim e me deu uma sexta-feira BRILHANTE! Passei no Wawa e comprei uma bagel com cream cheese pra almoçar, mas tava meio ruim e joguei metade no lixo. Aí comprei uma banana por 49 cents e um café porque tava muito frio e tava me dando sono. Aí comi tudo e fui pra escola da minha kid… fiquei lá dormindo no estacionamento e de vez em quando mandando SMS pras minhas amigas pra ver o que vai rolar pra nossa friday night. Olha que beleza!

Fiquei off às 5 em ponto, tomei banho e comecei a escrever esse post pra vocês! Daqui a pouco começo a arrumar minha mala pra me mudar pra casa da Kainara no fim de semana, coisa que tenho feito sempre, e também a me trocar para ir pra alguma baladinha com todas as meninas da região. Acho que hoje será sensacional!

Fora todas essas maravilhas citadas acima (sério, esses BREAKS fazem a diferença na vida de uma Au Pair ocupada e cansada como eu), a melhor notícia do dia, sem dúvidas, foi o meu menininho inglês me mandando SMS dizendo que comprou as passagens pra vir me ver no Thanksgiving!!! Eu parecia uma adolescente de 15 anos de tanta felicidade! Não tava botando muita fé que ele viria mesmo… e não é que o menino se esforçou pra cumprir a promessa? Estou orgulhosa e super contente :) Contando os dias pro holiday desde já!!!

E já que comentei disso, vou já adiantar uma coisa para as curiosas: desde que comentei desse casinho acima, recebi alguns comments aqui no blog e UM MONTEEE (sério!) de e-mails perguntando do meu namoro da época que vim pros EUA. Sim, eu vim namorando, mas terminamos no comecinho de junho. Não foi por nenhum motivo especial, até porque ele é um dos caras mais legais que já conheci e era um ótimo namorado! Mas foi porque eu precisava viver essa experiência independente sentimentalmente, ou jamais me adaptaria a esse país doido como acabei me adaptando. E tenho certeza que essa foi a decisão certa.

Se hoje tivesse que dar um conselho pra quem tá vindo, seria não vir com namorado. Cada caso é um caso, mas sei lá… no começo é tudo mais difícil e piora se você está com algo preso lá no Brasil, tipo o seu coração. Parece meio brega, mas é verdade. Quanto mais você se desprender, mas fácil será… e comigo funcionou assim. Não terminei meu namoro em hipótese alguma pensando em ficar com outros carinhas, até porque esses americanos NINGUÉM MERECE, um pior que o outro, mas sim para me conhecer melhor e curtir esse momento da minha vida que é só meu e de mais ninguém!

Se eu ainda estivesse namorando, não sei se teria feito tantas amizades, considerando que meu ex namorado se mudou para os EUA um pouquinho depois que terminamos (não responderei perguntas sobre isso porque é muito pessoal e é sobre a vida dele que não quero expor, espero que entendam). Aí seria inevitável ter que dividir um tempo com ele e com as meninas novas que eu conheci. Também não sei se teria feito todas as viagens que eu fiz (principalmente pra Vegas que  não é um dos lugares mais apropriados pra quem namora…), também não sei se teria aprendido a ser tão mais independente e auto confiante como me sinto agora. Tudo isso foi parte da minha experiência e não me arrependo.

Mas a vida continua, sempre. Gosto do meu estado de espírito atual, mesmo que às vezes me sinta meio adolescente no meio de paixonites rápidas (ou, no caso do inglês, nem tão rápidas assim) e meio carente, por motivos óbvios! Hahaha! Essa foi uma decisão difícil de tomar, mas vou com ela até o fim. Tarde demais pra se arrepender :)

Estamos esclarecidos? ;)

Deixa eu começar a me arrumar, minhas amigas já tão frenéticas nos SMS aqui perguntando com que roupa eu vou. Acho que vou de bota baixa mesmo, semana passada usei salto e só ferrei com meu pé!!! Não tenho esperanças de paquerar ninguém mesmo, então tanto faz se eu for mais desarrumadinha, os carinhas continuarão desinteressantes, hahahahahaha Todo mundo concorda???

Um desabafinho

UPDATE IMPORTANTE:

Decidi deletar o desabafo de verdade, pois escrevi de cabeça quente.

O que mais interessa aqui é consegui meu Thanksgiving off do trabalho depois de uma conversa um pouco tensa que tive com minha fofa. Esse tipo de coisa não é fácil de conseguir, mas eu enfrentei… tive um monte de conseqûencias, mas pelo menos consegui o que queria e não vou reclamar.

Beijo pra todos e espero que compreendam o motivo de eu ter apagado o post! Já tá tudo melhor agora! Essa vida auperiana é cheia de altos e baixos e sou do tipo que sempre foca nos pontos altos! Não quero deixar eternamente registrado algo que me chateou por um momento.

Essa experiência ainda é válida!

Beijão!

Depois da neve, do Halloween e tudo mais

Quase sumi, gente. Minha semana já começou tensa! Tinha até preparado um post aqui, mas não publiquei porque eu tava MUITO de cabeça quente quando escrevi e ia acabar fazendo 90% das leitoras desistirem de serem Au Pairs! HAHAHA joking!

Então, gente… como comentei no post anterior, sábado perdemos mesmo as festas de Halloween por causa da neve :( Que raiva, né. Mas beleza, pelo menos vi neve pela primeira vez e tudo mais. E os hosts da Kainara salvaram nosso dia. Eles REALMENTE colocarem cerveja na geladeira e passaram a conta do Netflix para a gente assistir filme de terror! Olha aí a gente curtindo nossas Coronas e prestes a apertar play em “Paranormal Activity”! Escolhemos um filme de terror só pra dar um clima de Halloween, né. Não tem festa, mas tem medinho, hehehehe! Nada mal!

Domingo acordei com uma mensagem da minha amiga Denise pedindo resgate! Ela ficou o fim de semana inteiro preso em casa por causa da neve! Eu, pelo menos, tava na casa da Kainara com companhia, né. Ficamos curtindo uma preguiça e dando risada juntas. Tadinha da Dê que mora a 40 minutos da gente e ficou presa! Aí vai veno a saga… a neve tinha parado, as ruas já estavam limpas… então estávamos livres e desimpedidas para dirigir até a casa da Dê e salvá-la. NOT. NOT!

Quando saímos lá fora, meu carro tinha neve até o teto… literalmente. Eu não conseguia abrir a porta por causa do pedação de gelo. Foi tenso. Pedimos uma pá pro host da Kainara e começamos nossa primeira SHOVELING hahahahaha Ai gente, que merda meu! Estou começando a realizar tudo o que me falaram sobre a neve… é linda e emociona quem nunca viu, mas depois de um tempo (no meu caso 1 dia), já começa a irritar! Na verdade, foi divertido por ser a primeira vez. Tiramos mais um trilhão de fotos e seguimos caminho. Mas quero ver quando passar a ser diariamente!

Fora isso, muitas árvores caíram durante a tempestade de neve, então as ruas estavam fechadas deixando meu GPS louco e gastando gasolina até azóra. Mas enfim, o bom é que chegamos sã e salvas. Fomos almoçar juntas, colocar a fofoca em dia e tentar comprar roupas de frio no shopping. Sem sucesso.

Indo ao resgate de Denise! Linda a neve, mas destruidora.

No caminho de casa, minha host me mandou um SMS perguntando se eu tava ok e avisando que o irmão dela, a esposa e os filhos iam dormir em casa porque estavam sem energia (quando dorme gente EXTRA aqui, tenho que dividir o banheiro com a visita, por isso ela sempre avisa). Aí emendou dizendo “estamos sem telefone, internet e TV por tempo indeterminado”. Olha que máximo! Quem ainda ama a neve põe o dedo aquiii…

Tem dia pior pra ficar SEM internet do que domingo à noite? Claro que não. Por isso dei uma sumidinha aqui do blog, sabe.

Segunda-feira as escolas das minhas kids não abriram, aí fiquei com os QUATROOO O DIA INTEIROOO em casa! Olha que máximo. Imaginem o quanto disposta, hahaha! Mas até que foi ok. Eles estavam comportados. À noite foi BEM LEGAL. Até ia escrever um post, mas cheguei tarde em casa.

Foi HALLOWEEN, gente. Fomos na vizinhança de uma amiga da minha host, uma das únicas com energia elétrica, para fazer o trick or treat. Até pensei em colocar minha fantasia, mas mudei de ideia quando vi que só tinha eu de adulta, hahaha. Coloquei só as meias de Alice mesmo. Ai olha… sei que duzentos por cento de vocês morre de curiosidade, mas tenho que dizer que parece mais legal nos filmes.

Criançada se amontoando na casa da mulher pra pedir doce

Me diverti com minhas kids e elas pegaram muita coisa pra mim, principalmente Kit Kats que sabem que eu amo. Mas foi isso. Um monte de criança fantasiada batendo de porta em porta. Eu entrei no clima, então me diverti. Pegava um dos meus babies nos colo (ELES TAVAM EXTREMAMENTE FOFOS MANO!!! O menino foi fantasiado de pintinho (o filhote do passarinho) e menina de cachorrinho, coisa mai diliça) e ia bater na porta dos outros. A maioria das pessoas faz uma fogueira na porta de casa e fica com um balde de doce só esperando a pirralhada. Bem fun!!! Mas nada demais.

A parte mais legal da noite foi jantar na casa dessa amiga da minha host. Os filhos dela ME AMAM, dizem que queriam ter uma babysitter igual a mim e ela é sempre super simpática. Nem pareceu que sou empreg… ops, Au Pair. Muito gosto de ir lá, hahahaha

Ontem foi o pior dia do mundo aqui, mas vou contar em outro post, talvez amanhã, porque já são DEZ E MEIA da noite e tô ansiosa pra assistir um episódio de Desperate Housewives que deixei em Stand by aqui. Não me deixem esquecer de contar o que aconteceu, é importante pra vocês verem como é uma bosta ser Au Pair às vezes, mas também é legal… sei lá, tô confusa.

AH OUTRA COISA!!! Voltei a atualizar meu Twitter!!! Se quiserem me seguir lá, fiquem avonts. Falo mais abobrinha do que aqui e em tempo real!!! @beatrizmorgado

 

AHH MAIS UMA COISA!!! Tem post meu no blog do STB essa semana sobre a trip que fiz pra Chicago no comecinho de setembro com a Denise!!! Se estiverem a fim de ler, taí o link: Weekend trip to Chicago (Parte 1)!

BEIJOS!!!