Tensão Pré-Visto

Esse é um post clássico dos blogs auperianos!

Meu visto será daqui 2 dias e eu disse que ficaria tranquila, mas não consigo, estou tensa.

Essa semana li sobre vários vistos sendo negados para au pairs no grupo do Facebook e isso me deixou bem tensa! Não sei exatamente os motivos, mas a maioria é por falta de vínculo no Brasil.

Para me prevenir, separei TODOS os documentos necessários: imposto de renda e extrato bancário do meu pai, pois coloquei ele como sponsor da minha viagem, ou seja, é a renda dele que conta para me manter lá. Não somos milionários e nem perto disso, mas espero que o que está declarado lá seja suficiente pro cônsul me aceitar!

Continue reading…

Dicas para o vídeo do application

Demorei para decidir se fazia um post sobre o vídeo ou não. Confesso que tô morrendo de vergonha de compartilhar minha carona de sono aí, meu inglês cheio de errinhos idiotas, esse meu cabelo molhado patético, cara de bolacha e essa situação chata de ter que “vender meu peixe”.

Falando em vender o peixe, é mais ou menos isso que você vai ter que fazer no seu vídeo! Afinal, existem ZILHARES de au pairs no mundo inteiro tentando encontrar uma host family perfeita. Tem mais au pairs no mundo do que host families perfeitas, portanto, faça o seu melhor para ganhar da concorrência. Sad but true!

Continue reading…

O que conversar com a host family antes de ir?

Meninas, esse pode parecer um post babaca, mas eu considero de extrema importância!

Converso com dezenas de meninas que fizeram um match depois de 3 ou 4 e-mails e uma só ligação telefônica (ou Skype). E muitas me contaram que, depois do match, a família dá uma “sumida”, demora para responder e-mails (isso quaaando respondem) e aí já deixam a situação meio esquisita.

Pensem que por um ano (ou mais, no meu caso) vocês morarão com outra família, com novos irmãozinhos, outras regras, outros hábitos e costumes. Conforme-se: você será o estranho no ninho e terá que se adaptar com o jeito deles e não eles aos seus. As coisas não serão do seu jeito NUNCA!

Pensando nisso, desde que fiz meu match tento sempre encontrar assuntos para conversar com a minha host mom por e-mail, pois assim, poderemos estreitar nossa relação e nos conhecer melhor! Em casos como o meu em que a host mom trabalha em casa, essas coisas são mais importantes ainda, pois teremos que ser grandes amigas!

Vou contar pra vocês o que eu tenho feito e qual tem sido o resultado das minhas atitudes:

Continue reading…

Uma au pair que já passou por tudo…

olive

Oi, geeeente!

Tirei umas férias de 3 dias aqui do blog, mas agora voltei com tudo e com uma super história para compartilhar!

Convidei a querida Milene, uma au pair que conheci no Twitter e que, desde então, temos conversado bastante e  trocado experiências. Na verdade, a Milene é a experiente e conselheira e eu que encho o saco dela com perguntas! :P

A Mi é au pair desde agosto de 2010 e já passou por TUDO: demora para conseguir uma host family, quase perde o vôo, inglês básico do básico, rematch, família com host parents em casa, single mom, descobriu que não tem muito jeito com crianças, frio com neve etc! E por ela já ter passado por um monte de coisa que nós, novatas, morremos de medo, eu a convidei para compartilhar todo o ocorrido aqui contanto tim-tim por tim-tim! Além das experiências, ela deu dicas preciosíssimas no fim do texto… Vale mesmo a pena :)

HAVE FUN, GUYS!

Continue reading…

Dicas para ser uma Au Pair de sucesso :)

Hello, girls!

Hoje recebi o e-mail da conselheira americana da minha área nos EUA (Bucks County) com várias dicas legais e importantes sobre a nossa chegada no treinamento, na host family e algumas outras “tips” pra construírmos um relacionamento legal com as pessoas por lá! Peguei algumas dicas dela e misturei com as minhas e fiz uma listinha! Espero que ajude! :*

Continue reading…