Meu casamento inglês – Parte 1

123

Imagino que vocês estejam morrendo de curiosidade pra saber como foi meu casamento na Inglaterra de tanto que eu demorei para colocar esse post no ar. Mas juro que vai valer a pena, pois ele tá enoooorme!

Como vocês já devem ter lido aqui no blog, eu e o Thomas ficamos noivos ano passado, em Las Vegas, onde nos conhecemos há uns 4 anos, quando eu ainda era Au Pair! Logo depois, marcamos a data do nosso casamento para 23 de abril de 2016, no Brasil. Como a minha irmã também estava noiva e já organizando o casamento dela, era o assunto mais falado dentro de casa. Eu nunca quis festão e achava uma bobagem gastar dinheiro com essas coisas, mas me dei conta que depois que eu me casar, vou me mudar de país e deixar meus amigos e familiares no Brasil. Minha vida vai mudar completamente, por isso decidi fazer uma festa de casamento com um toque de festa de despedida, para poder aproveitar bastante com todas as pessoas que eu amo!

Os preparativos já começaram, já tenho lugar, buffet, decoração… tudo certinho, faltando apenas os detalhes (e os boletos).

Esse ano, consegui meu trabalho na Alemanha e me mudei pra cá janeiro. Meu estágio termina no comecinho do ano que vem e tenho receio de ficar desempregada, principalmente perto de começar uma vida nova e tudo mais. Eu não tenho nada contra ser sustentada pelo marido, ser dona de casa ou arrumar um emprego mais por ocupação do que por dinheiro, até porque tenho vários planos pra vida (como este blog e meu livro) que não envolvem um ambiente corporativo, mas ainda assim valorizo muito o que conquistei na minha vida profissional até hoje e não queria jogar tudo pro alto de repente. Pelo menos até eu ter filhos, gostaria de continuar trabalhando em uma empresa grande como a Bosch, aprendendo e crescendo muito, mas estou preparada para o que der e vier, afinal foi escolha minha encarar essa mudança radical de vida e se tiverem consequências, farei com que elas sejam as melhores possíveis!

Logo que cheguei aqui na Alemanha, meus colegas descobriram que o Thomas é inglês e que me mudarei pra Inglaterra ano que vem, quando casar e terminar meu estágio. Com essa novidade, eles começaram e me dar muito apoio pra conseguir um trabalho pela Bosch no Reino Unido. Para vagas efetivas, eles geralmente começam a entrevistar candidatos com bastante antecedência, então começamos a mexer os pauzinhos lááá no mês de abril.

Surgiram algumas oportunidades, fiz até uma entrevista com o responsável da vaga que eu mais queria quando ele veio pra Stuttgart. Ele gostou muito do meu CV e de mim, fui super bem recomendada pelos meus chefes e meus colegas… porééém, eu ainda não era casada e muito menos tinha visto e permissão para trabalhar na Inglaterra. Essa situação deu uma “miada” no processo e o RH, basicamente, me disse que eu tinha potencial, mas que sem visto seria complicado dar continuidade e pediram pra que eu avisasse quando tivesse com a papelada OK e eles me ajudariam com uma colocação.

Todas as vagas abertas naquela época já estão fechadas e o cara que me entrevistou saiu da empresa. As coisas aqui na Bosch não estão ao meu favor no momento, mas ainda podem surgir mais algumas coisas. Além disso, a Bosch é maravilhosa, é onde eu quero ficar, mas não é a única empresa do mundo. Eu me considero uma profissional qualificada e, assim que tiver com o visto na mão, posso tentar aplicar para qualquer emprego no UK. Pode ser que eu não consiga nada, mas não custa nada tentar, né?

Depois de todo esse stress de entrevista, visto e o desânimo de ter um processo burocrático até pra conseguir emprego, eu e o Thomas começamos a dar uma olhada nas papeladas necessárias para nos casarmos no civil, assim, poderia tentar tirar o visto de esposa ainda esse ano.

Quando mergulhei no processo, fiquei impressionada com a demora e com o tamanho da burocracia. Tive que preencher muitos e muitos formulários, aguentar centenas de perguntas sobre a minha integridade e legitimidade do meu relacionamento, tive que faltar no trabalho inúmeras vezes para poder resolver coisas (quando precisei ficar 10 dias no UK, por exemplo, e quando fui pra Munique entregar documentos e tive meu passaporte retido por vários dias) e por aí vai.

Claro que além de todos esses formulários e entrevistas, tinha o casamento em si. Minha ideia e do Thomas era ir ao cartório, assinar o livro, fazer nossos votos na frente do juiz e pronto. Casados no papel, felizes e tudo mais. Não iríamos contar pra ninguém além dos nossos pais, seria algo extremamente “pessoal” e exclusivamente por causa de burocracia. Nao havia necessidade de fazer dois casamentos, principalmente porque o do Brasil já está todo organizado e não queria estragar aquela coisa de once in a lifetime. Sei lá…

Mas aí contamos pra minha sogra da burocracia e ela disse que seria legal fazermos um almoço em família depois do cartório. Negamos logo de cara, não queríamos falar pra NINGUÉM. Aí conversamos e ela disse uma coisinha só que me fez pensar no assunto: a avó do Thomas já é velhinha e ele é o queridinho da vó, sabe? Ela não terá condições de ir para o casamento no Brasil, o voo é muito longo e ela já está debilitadinha… e o sonho dela era ver ele casando e acho que ela me adora, então seria algo especial pra avó e pra família dele, só um almocinho. Aí ok… fomos resistentes à ideia, mas depois acabamos aceitando o tal do almocinho.

Umas semanas depois, minha sogra começou a vir com papo de vestido, que ela não sabia o que ia usar no dia… e eu fiquei tipo: “Peraí, não é todo mundo de roupa casual, assinar um papel e ir almoçar?” Aí veio o papo de que a avó queria muito vê-lo casando de uniforme, tem todo aquele orgulho de ter o neto no exército, pois ela também foi do exército. No Brasil, ele vai casar de uniforme também e eu não queria 2 vezes assim… mas ok, tudo pela avó, porque ela é demais, gente!!! Mas como é que ele vai casar todo gato de uniforme e eu vou de jeans e camiseta? Não né… aí tive 2 meses pra achar um vestido de noiva pra casar no cartório.

Vocês já viram essa foto por aqui, mas vale o repeteco!

Vocês já viram essa foto por aqui, mas vale o repeteco!

Foi um pesadelo.

Primeiro porque fazer tudo isso sozinha não é muito legal, a gente sonha em levar a mãe, a irmã e as amigas… e eu não tive nada disso. E segundo porque eu moro na Alemanha, não falo direito essa bosta de língua e nas 4 lojas que fui, só tive a sorte de encontrar UMA atendente que falava inglês. Sofri muito para me expressar e explicar o que eu queria, que era algo extremamente simples.

Olhei primeiro os vestidos curtos, depois os longos… mas nada bufante, nada com muita cara de noiva. Olhei, olhei, olhei… quase chorei com os preços e não gostei de nada. As lojas fecham muito cedo aqui na Alemanha, na mesma hora em que saio do trabalho… e eles só te atendem com hora marcada. Foi um pesadelo marcar horário nas lojas EM ALEMÃO, pesadelo conseguir horário de sábado… experimentar vestidos em lojas sem ar condicionado num calor de 40 graus. Eu passei por um stress terrível por causa de um vestido, me sinto extremamente fútil por causa disso, mas é que no fundo eu não queria nada disso! Na minha cabeça, meu casamento seria em abril e pronto!!!

No meio dessa brincadeira, minha sogra tava falando de decoração de mesas, lembrancinhas, bolo e cor do bouquet. Eu fiquei chocada! Tava realmente virando um casamento e eu tava numa época super corrida no trabalho, não tinha cabeça e tempo pra nada disso… então disse pra ela que queríamos algo muito pequeno e discreto e que se passasse disso, infelizmente não conseguiríamos ajudar muito! Ela disse que queria fazer mesmo assim, entao não me meti mais e deixei que tudo fosse surpresa pra mim! Minha única preocupação seria o vestido, o que já era problema demais na minha rotina frenética!

No meio do caminho, minha mãe e minha tia compraram uma passagem surpresa pra Inglaterra e me contaram que viriam pro meu casamento! Eu fiquei imensamente feliz, pois ainda estava com aquele sentimento estranho de que iria me casar de verdade, com vestido e tudo, e nem minha mãe estaria lá. Depois desse dia, fiquei muito mais animada com tudo e me empolguei mais! Porém, pra minha sogra foi uma bomba, pois “como assim a mãe da Bia vem pra cá?”. Ela é daquelas pessoas extremamente fofas, queridas e que vai se desdobrar em mil pra agradar alguém… principalmente se for minha mãe. Por causa disso, o tamanho do “almocinho” aumentou ainda mais e mais. Eu percebia pelos comentários do Thomas e pelas mensagens que ela me mandava que estava virando algo grande… de almocinho de jeans, virou cartório, almoço num restaurante bacana, reserva de hotel, festinha na casa do meu sogro com tudo decorado (eu não sabia de nada da decoração), bouquet, flores de lapela para as meninas, lembrancinhas, cadeiras, fotos, comida, música… e eu na Alemanha, sozinha, trabalhando que nem louca e COMENDO que nem louca, de tanta ansiedade.

Faltando 1 mês pro casamento, eu ainda não tinha vestido e estava morrendo de desespero. Como comentei, tudo fecha muito na mesma hora em que saio do trabalho, então não tinha tempo MESMO de passear por aí e me esforçar mais.

O Thomas percebeu meu desespero e ligou pra minha cunhada (namorada do irmão dele) e perguntou se ela podia ir comigo ver umas lojas de noiva na Inglaterra em um fim de semana. Ela topou e marcou horário em 3 lojas em um sábado. Peguei um avião e fui pra lá passar o dia com ela.

Até com isso eu tava nervosa, pois não era muito próxima da minha cunhada, então era como sair pra fazer compras com um estranho, mas foi excelente, pois nos demos super bem!!! Na primeira loja, já me apaixonei por um vestido lindo que estava super dentro do orçamento.

Ela me convenceu a deixar de lado a coisa do “vestido simprão” e disse que o Thomas estaria um gato de uniforme, então pq eu teria que estar “mais ou menos”? E ainda disse: “não é porque você terá dois casamentos que precisa ficar maravilhosa em um e menos maravilhosa no outro, você merece estar linda nos dois dias!”

Fofíssima, né?!

Minha única regra pra comprar um vestido era que nao fosse tomara-que-caia. Eu tenho um complexo enorme com meu braço, acho enorme e chama muita atenção. Tô sempre cobrindo com o cabelo, sei lá, não gosto mesmo. Cada um com seus problemas e esse é o meu.

Amei o vestido da primeira, mas quis dar uma olhada na próxima loja só de curiosidade. O terceiro vestido que provei lá foi o que mais amei! E vejam só… tomara-que-caia!!! Minha cunhada até chorou quando coloquei hahaha Sério, aquele sentimentozinho que descrevem na TV realmente existe! And I said yes to the dress! :)

A dona da loja disse que não daria pra fazer os ajustes em 3 semanas, mas imploramos tanto e ela era tão bacana, que abriu uma exceção, dizendo que era uma honra receber sua primeira cliente brasileira!!! Fiquei muito feliz! Por sorte, o único ajuste necessário foi de comprimento… o resto do vestido serviu certinho! #maaaaagra #sqn

Esse nosso passeio não demorou nem 2 horas. Voltamos pra casa e os meninos nem acreditaram que o problema tava resolvido! Eu tava com um sorriso de orelha a orelha! Só faltava o sapato, mas isso eu veria na Alemanha, pois já tinha dado uma olhadinha em algumas lojas!

Voltei pra Alemanha, comprei meu sapato no fim de semana seguinte e pronto! Só esperar pelo grande dia!

E eu fiquei assim, ó:

Captura de Tela 2015-09-17 às 21.49.35

Logo logo conto mais… MUUUUITO mais!

 

Comentários

Comentários

30 Comments

  1. Nique   •  

    princesssssssssssssssssssssssssss <3

    • Beatriz   •     Author

      um dia de princesa na vida: todas merecem (pq a Kate já tem todos os outros)

  2. Nayara   •  

    o gente, que coisa maravilhosa!!! Imagino o seu desespero kooo começo, mas que ótimo que no fim das contas você achou um vestido lindo em pouco tempo na loja (maravilha isso), teve sua mãe e tia por perto e aceitou o almoço da sogra, porque tenho certeza que foi muito mais legal do que imaginava hahaha!! E você ficou linda!!
    Já tô aqui sentadinha com meu balde de pipoca esperando os próximos capítulos!
    E sim, também achei essa tal de língua alemã uma desgrama de complicada! Não que eu já tenha feito aula de alemão na minha vida, mas me senti uma ET em Berlim mesmo sabendo que só tava lá a passeio e por pouco tempo!

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Oooiii Nayara!
      Pois é, depois do stress, as coisas começaram a dar certo e eu fiquei bem mais tranquila! Realmente o dia foi perfeito, muito melhor do que eu poderia imaginar! hahaha
      Logo logo tem mais texto no ar!
      Beijão!

  3. Amanda Ribeiro   •  

    Que linda!!!! Imagino a loucura haha depois conta mais!!!

  4. Paula   •  

    Que linda Bia! Parabéns!! Tá parecendo uma princesa msm! Beijos!

  5. ISIS   •  

    RI ALTO com a cunha dando conselhos para deixar de lado “vestido simprão” e ainda chorou qdo vc botou o vestido?? que fofa mel dels *_* que sorte a sua de ter uma cunhada assim, ter uma mulher/amiga na familia dele eh mta vantagem pra vc!!
    Isis lendo o texto super empolgada, querendo saber dos detalhes, querendo ver as fotos do que era pra ser uma festinha….vejo vc bela no vestido pra dar de cara com um `Logo logo conto mais… MUUUUITO mais!` aff sacanagem Bia =( queremos parte 2!! hiuahuiahia

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Hahhahaha tô adorando ver vocês revoltadas com a falta da parte 2! Pelo menos gerou uma expectativa boa, né!
      E realmente uma mulher amiga na família faz muita diferença, adoro minha cunhada e fiquei mto feliz que ela pode me ajudar nesse dia! Foi mto legal!

  6. débora   •  

    aaaaaaaaaaaaaah *-* tinha visto umas fotos no instagram e no facebook, mas não tem como não se emocionar com esse post!

  7. Hidila Souza   •  

    Adoro ler suas histórias!!!!

  8. fernanda   •  

    Bia, eu nem te conheço mas te acompanho faz anossss e te sigo no insta tbm! me divirto e me emociono com essas historias!!! Você é demais fofinha! E lindaaa! Amei o casorio <3 felicidades!!! beijos mil de brasilia

  9. Alexandra   •  

    Ficou maravilhosa, Bia! E o bouquet como “something blue”… amei!

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Viu só que lindo, Ale? A decoração foi TODINHA azul, que é minha cor favorita… e minha sogra lembrou disso! Achei tudo lindo!!!

  10. Stella   •  

    Ai Bia, que delícia ler seus posts! Te acompanho nas redes sociais e você sabe que sou sua fã, esse comentário é só pra dizer que você é linda e merece tudo de melhor, aliás concordo que você tem que estar maravilhosa nos dois dias, como se você não fosse!

    P.S: Mostrei sua foto casando pro Maurício e ele disse “que fofinha, ela é tão linda” <3 ou seja, somos seus fãs e desejamos toda felicidade ao casal!

    Beijooos

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Aaaaahhhh Sté, que delícia ler seu comentário! Você não tem ideia do quanto EU sou sua fã e do quanto te adoro!
      Fiquei muito feliz mesmo com as suas palavras!
      Tb desejo tudo de melhor pra você e pro Mau! Fala pra ele que agradeci um montão!
      Mtos mtos mtos beijos!

  11. Aline   •  

    Biaaa!!!!
    Que L I N D A que ficou! Já é linda no dia-a-dia, de noiva então arrasou!
    Admiro sua história e vou comprar seu livro com certeza!
    Desejo muitas bênçãos de Deus sobre vocês, e muito sucesso na sua jornada!
    Ah! #queremosparte2logo

    Beijão

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Muito obrigada, Aline! De coração :)
      A parte 2 tá no fornoooooooo ;)

  12. Jeh   •  

    OOOOOOOOOOOOOOOWNNNNNNNNNNNNNNNN que linnnnnnnnnnnda!
    ja vi foto do casamento espalhada por ai mas sempre fico de boca aberta qd vejo vc de noiva!

    Que agoniiiiia esse lance do vestido, santa cunhada! hahaha. Eu fui assinar minha união estavel de vestido preto, kkkkk. Qd penso nisso dou mta risada, hahahahahaha. pelo menos mesmo sendo abril tava calorzinho e so usei um trench coat por cima e ficou uma graça. Mas quermos mt fazer um casamento de verdade! E nem quero ver pra procurar vestido aqui pra mim… não terei a barreira da lingua mas nossa… procurando vestidos pra eu ser madrinha do casamento do meu irmao eu fico vendo os vestidos de noiva de lojas francesas E QUE HORROR! feiosssss de mais, gliter de mais, renda de mais, TUDO DE MAIS. Tudo de classica e elegante que essas francesas tem no dia a dia elas exageeeeeram no dia do casamento. Quero nem ver!

    bjsssss, aguardo o proximo post (em breve pelamor hahaha)

    • Beatriz Morgado   •     Author

      hahahahahahahaha jéééé você é uma figura!
      eu tb queria ter usado jeans e preto no começo, mas até que no final não achei ruim essa coisa de noiva :P a saga não foi fácil, mas tudo bem, cheguei lá!
      pois é, aqui também é tudo DEMAIS, principalmente porque tem muito turco e turco gosta de babado e glitter e a maiora das lojas são de turcos, então eu surtei! quando fui procurar sapato de noiva, vi uns tipo de drag queen, affffff socorro senhor! mas deu tudo certo como você pode ver!

      next post já tá no ar, have fun!

  13. Geovana   •  

    Oi, Bia! Eu comecei a acompanhar seu blog a alguns meses atrás. Acho o máximo a forma como você é tão corajosa, meteu as caras e realizou. Eu estou no processo de juntar grana para me tornar Au Pair, e futuramente conhecer o mundo todo! É muito bacana acompanhar seu blog e ver as coisas acontecerem. É como acompanhar o crescimento de uma criança, ou o amadurecimento de um casulo. Não vejo a hora de ver nas prateleiras de livrarias uma obra sua! Parabéns pela força que você tem e pelas suas conquistas (muitíssimo merecidas). Felicidades no casamento e na vida! Beijos de uma paulista que te admira. :)

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Oi Geovana!!! Amei sue comentário, super filosófico! :D
      Muito obrigada pelo carinho e pelas palavras bonitas, viu! De coração… essas mensagens alegram meu dia!!!
      Beijo enorme pra vc e te desejo felicidade em dobro!

  14. Hellen   •  

    quando ce acabou de contar, eu fiquei “what??? what???” ainda bem que tem continuação hahaha vamos pro proximo post u.u

    • Beatriz Morgado   •     Author

      hahahahaha ainda bem que você chegou aqui quando já tinha continuação! achei que a galera ia vir aqui na Alemanha me bater!

  15. Beatriz Caires   •  

    Que maravilhosaaaaaa!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *