Roadtrip na Eslovênia – Bled e Ljubljana

Bled maravilhosa!

O mês de maio é o mais lindo da Alemanha! Sabem o porquê? Porque tem um zilhão de feriados!

O primeiro deles, foi no dia 1° de Maio, uma sexta-feira. Perfeito para encaixar uma viagem de carro aqui na região, né? Decidimos ir de carro para a Eslovênia, um país que eu nunca tinha pensado em visitar, mas entrou pra minha top list desde que cheguei aqui na Alemanha e ouvi as histórias do pessoal que foi pra lá. A sorte foi encontrar mais 4 amigos animados pra fazer essa trip e botar o pé na estrada!

Eu, MC, Rafi e Franco saímos do trabalho na quinta-feira, dia 30/04 (todos nós trabalhamos no mesmo lugar, então foi fácil), compramos umas guloseimas pra viagem longa e… partiu! O 5° elemento do grupo tinha um evento do trabalho nesse dia e iria só no dia seguinte de ônibus! Nosso destino foi pra Bled, uma cidade linda que fica na fronteira com a Áustria e 50km da capital, Ljubljana, às margens do Lago Bled.

A "banda"

A “banda” reunida em frente ao Lake Bled

Chegamos super tarde em Bled, quase 8h de viagem e capotamos. Nós nos hospedamos num apartamento encontrado no AirBnB, no segundo andar de uma casa de eslovenos, que nos receberam super bem, mesmo chegando bem tarde lá. O lugarzinho onde ficamos tinham 2 quartos, 1 com 2 camas de solteiro onde dormiram o Rafi e o Franco e outro com uma cama de casal, que dividi com a MC. Tinha também um banheiro e uma cozinha. Na cozinha, tinha uma cama, que também servia de sofá, e foi onde o Japoneiii, nosso 5° elemento, dormiu com cheiro de comida na cabeça, coitado! Hahahaha!

Vista da nossa varanda na hospedagem que encontramos no Airbnb

Vista da nossa varanda na hospedagem que encontramos no Airbnb

No dia seguinte, dirigimos direto para a capital e também maior cidade da Eslovênia pra buscar o Japonei, que chegaria de ônibus de manha. A cidade chama-se Ljubljana! Não se assustem com o nome, pois ele não é tao impronunciável quanto parece. É só trocar o “J” por “I” e pronto, fica LIU-BLI-A-NA. Liubliana! Bonitinho até, né?

Buscamos o Japonei e fomos passear. Nossa primeira parada foi no centrinho, que é cheio de igrejinhas e prédios com uma arquitetura muito diferente, tudo colorido… me lembrou um pouquinho de Barcelona! Adorei! Estava tendo uma feira no meio de uma praça, as barraquinhas também eram todas coloridas e ganham ainda mais cores com todas aquelas frutas bonitas. Eu adoro esse clima, quebra totalmente aquele coisa caótica que geralmente encontramos em cidades grandes.

Feira em Ljubljana

Feira em Ljubljana

 

Eu, MC e a catedral em Ljubljana

Eu, MC e a catedral em Ljubljana

Pra dar uma relaxada e conhecer a cidade de um outro ângulo, fizemos um passeio de barco pelo rio Ljubljanica (lembre-se de trocar J por I… Liublianica, hahaha) e foi uma delícia! O barco era super confortável e tinha uma “varandinha”. Como somos espertos, já pedimos uma cervejinha pra curtir o passeio com muito estilo :D Foi uma delícia, tudo muiiito maravilhoso por lá!

Cagibrina no barco

Cagibrina no barco

Todo aquele balanco do barco e aquele esquenta com a cervejinha começou a abrir nosso apetite. Paramos num pub da cidade, pedimos comida e mais uma rodada da cerveja local. Nada mal, viu! O ranguinho nos deu energia para a parte mais aventureira da viagem, que foi visitar o castelo de Ljuibljana, o Ljubljanski Grad. Pra chegar até o topo, foi uma bela subida de escada, daquelas bem apertadas e redondas. Cheguei lá em cima com a maior tontura, mas valeu o esforço, pois a vista é maravilhosa! Lá também tem um museu com a história da cidade, várias coisas antigas, objetos de decoração do castelo, moedas e essas velharias que, confesso pra vocês, não tenho mais saco de ver. Aliás, sempre quis tocar nesse assunto sobre a Europa: esse continente e todos os países que já conheci são as coisas mais lindas do universo, mas todos esses palácios, castelos, catedrais e até mesmo os museus são mais interessantes por fora, na minha opinião. Por dentro também são maravilhosos, tudo lindo de morrer… mas depois que você já viu 1, 2, 3… fica tudo meio igual, com a exceção de UM palácio que eu visitei por dentro e amei, que foi em Chiemsee (vou contar pra vocês num próximo post). Mas talvez seja porque me interesso muito mais por arquitetura do que por história e velharia. Se você é mais esperto que eu, aproveite pra curtir tudo isso! Eu acabo economizando, pois geralmente pra entrar nos museus e castelos, você tem que pagar caaaaaaaaro… e como não faco questão e fico só com a parte de fora, sobra um pouquinho de money, hehe!

Vista do topo do castelo

Vista do topo do castelo

Depois de passear bastante na capital, voltamos pra Bled e passamos num mercadinho pra comprar comida. No AirBnb, o Franco, que é um chef de primeira, fez um macarrão carbonara pra gente e ficamos lá à toa. Carbonara é a especialidade do Franco! Ah, ele também me ensinou uns truques profissas pra cortar cebola e eu nunca mais tive problemas com isso! Hoje corto cebola como uma profissional. Qualquer dia posto um vídeo passando os conhecimentos pra vocês. Esse foi um dia extremamente produtivo :D

No dia seguinte,  foi dia de conhecer melhor a cidade mais bonita da Eslovênia, mas que ainda não é muito conhecida pelos brasileiros. Bled recebe turistas do mundo inteiro, ela é absurdamente maravilhosa, tem um clima aconchegante e os eslovenos são muito friendly! As paisagens são de tirar o fôlego, principalmente com o bônus de estar na região dos alpes! É uma combinação perfeita!

Bled maravilhosa!

Bled maravilhosa!

Quero ficar velhinha curtindo um visual desses também...

Quero ficar velhinha curtindo um visual desses também…

Tudo perfeito nesse lugar!

Tudo perfeito nesse lugar!

Muito amor por Bled <3

Muito amor por Bled <3

Para começar o dia, fizemos um passeio rápido em volta do lago, tomamos uma cervejinha sentados na grama curtindo um pouquinho do sol que resolveu sair. Ah, sentamos bem ao lado de um hotel chique que ficava na beira do Lake Bled pra roubar o Wifi :P Depois, o highlight da viagem: um passeio de barco que fizemos no lago… barco = kaiak, mas vamos chamar de barco que fica mais chique. Até porque eu e MC ficamos super princesas, sentadinhas no negócio enquanto os meninos trabalhavam. COI-TA-DO do Japonei, que foi o primeiro a remar, remar e remar enquanto a gente fazia vídeos da desgraça dele e nos divertíamos. Sacanagem, tadinho! Com o barquinho, chegamos na ilha do meio do lago, onde fica uma igrejinha super bonita. Mas antes de descer, tivemos que estacionar o barco e esse foi um dos momentos mais engraçados dessa trip, pois quase caímos na água, paramos do lado errado e os meninos tiveram que se virar nos 30 pra acertar o negócio! Foi muito engraçado, gente. A galera chegando nos outros barquinhos ficaram encarando, dando risada da gente hahaha foi patético, mas demos boas risadas!

No barquinho!

No barquinho!

Ricas no barco enquanto os meninos remam pra gente

Ricas no barco enquanto os meninos remam pra gente

A ilha é uma fofura, tem uma igrejinha muito bonita por fora e por dentro! Além disso, tem vista muito bonita para o lago, uns banquinhos pra relaxar e barraquinha pra tomar sorvete. Que delícia! Foi bom, principalmente para os meninos, que precisavam de mais energia pra remar e nos levar de volta pra terra firme, hahaha!

Vista da igrejinha

Vista da igrejinha

Terra firme!

Terra firme!

Depois do passeio, paramos num restaurante na beira do lago para almoçar. Por incrível que pareca, não era tao caro e valeu super a pena pela vista! Era um daqueles lugares que você geralmente nem passa na porta com medo de pagar pra respirar, mas demos muita sorte e almoçamos no maior visual. Na hora de pedir a sobremesa, a MC queria porque queria bolo de chocolate e nao tinha. Ela falou isso pro garçom, que tinha um jeito meio alemão e nao foi muito bacana com ela. Aí, quando fomos pagar a conta, vocês acreditam que ele foi atrás dela e DEU UM PEDAÇO DE BOLO DE GRAÇA pra menina??? Acho que ele era tímido, sei lá, e ficou apaixonado!!! HAHAHAHA a gente riu daquilo por meia hora, porque estávamos achando o cara o maior cuzao, demos uma gorjeta muito merreca por causa do atendimento… aí ele foi dar tchau pra gente na maior fofura e ainda arrumou o bolo pra Maria. Gente, fiquei chocada… esse povo é muito bipolar!!! Continuamos o passeio em volta do lago e voltamos pra casa pra descansar.

Eu e MC :)

Eu e MC :)

Os donos do AirBnb nos chamaram pra ir numa caminhada com tochas, tipo aquela que fiz no Hohenzollern Castle assim que cheguei na Alemanha (contei aqui). Eles disseram que é uma coisa tradicional da cidade e que a gente ia adorar ver e tudo mais. Aí ok, aceitamos, já que eles eram uma fofura e não tínhamos nada programado. Fomos à pé da casa até o centrinho e parece que não chegava nunca! Depois, descobrimos que por causa da chuva, a caminhada tinha sido cancelada e ninguém avisou! Como já estávamos por lá mesmo, os donos da casa decidiram nos mostrar a cidade e contar um pouquinho da história de Bled. Foi uma delícia de passeio!!! Tinha uma árvore lá que o cara disse que dava sorte se você abracasse… adivinha o que fizemos? Abracamos a árvore como um bando de defensores do planeta, hahahaha foi hilário! Vimos várias casinhas com arquitetura fofa, alguns albergues super descolados, uns barzinhos e tal… que delícia, tudo é perfeito em Bled!!! Na volta, agradecemos os locais pelo passeio, eles foram embora e ficamos no banquinho na beira do lago conversando até tarde! A galera levou vinho e dividiram as garrafas… eu, como detesto vinho, fiquei só olhando mesmo hahaha

Bled

Bled

No domingo, dia de ir embora, fomos de carro até o castelo de Bled e passeamos bastante por lá. Ele fica bem no alto, tem uma vista linda, mesmo no frio e na chuva! É apaixonante :)

A banda no castelo

A banda no castelo

Vista do castelo

Vista do castelo

Slovenia

Slovenia

Pra terminar a viagem, fomos até Vintgar Gorge fazer uma das trilhas mais famosas da cidade. As paisagens eram de tirar o fôlego, valeu a visita e a pausa para fotos a cada 5 passos! Parada obrigatória na Eslovênia!

Vintgar Groge

Vintgar Gorge

Vintgar Gorge

Vintgar Gorge

 

Vintgar Gorge

Vintgar Gorge

Vintgar Gorge

Vintgar Gorge

Fim da trilha :)

Fim da trilha :)

Como a viagem era longa, saímos de Bled ainda de manha… e vou falar pra vocês que foi uma das viagens de carro mais legais que já fiz! A galera é muiiiiiiiiiiiito animada e engraçadíssima, ouvimos música de todo tipo a viagem toda e demos muita, mas muiiita risada! :)

A única parte negativa foi a multa de 150€ que tomamos ao passarmos pela fronteira porque estávamos viajando sem o tal do “vignette“. Aliás, fica a dica pra quem for viajar de carro pela Europa… a maioria dos países exige que você compre o vignette, que é um um adesivo-pedágio que permite que você circule pelo país com um carro de fora. Se você for pego sem ele, pagará multa (que pode chegar a 300€). Na Slovenia, ele custa apenas 15€ para 10 dias e nós não compramos porque não sabíamos! Viajantes júnior :P Pagamos a multa e aprendemos a lição. Aqui na Alemanha não é necessário ter o vignette, então, acostumados a circular livremente por aqui, esquecemos totalmente de checar as regras dos nossos vizinhos.

Levando multa na fronteira :/

Levando multa na fronteira :/

O vignette é vendido em postos de gasolina sempre nas fronteiras. Alguns exemplos de países que exigem o vignette: Suíça (custa CHF 40 para um período de 2 meses ou CHF 100 para 1 ano),  Áustria (€8,50 para 10 dias, €24,80 para 2 meses e €82,70 para 1 ano), República Tcheca (CZK 310,00 para 10 dias, CZK 440,00 para 1 mês e CZK 1.500,00 para 1 ano), Hungria (Ft 2.975,00 para 10 dias, Ft 4.780,00 para 1 mês e Ft para 42.980,00 para 1 ano). Como vocês podem ver, as moedas são todas diferentes, mas os valores são muito parecidos quando convertidos!

Esse é o vignette da Slovenia

E foi isso, gente! Espero que tenham gostado do post! Se tiver a oportunidade, por favor, conheçam a Eslovênia! Eu prometo que vai valer a pena! :)

Comentários

Comentários

4 Comments

  1. Jeh   •  

    Noooosa que lugar lindo, pqp!
    Essa trilha ate eu, sedentaria que sou, quero ir haha. De Lyon so tem voo com escala e pra julho to achando a mais barata por 194€ pela SwissAir e tipo, 20h de viagem com a conexao… comassim??? hahaha. As vezes no fim do ano ja achamos algo melhor e mais opçoes… Ano que vem em agosto é aniver de 30 anos do chéri e aqui eles fazem uma mega comemoração e estamos pensando ao inves de festa escolher alguma viagem perto e baratinha. Pensei mto em Dubrovnik pq ele gosta mto de praia e é verão ne? Sei la, fim do ano as economias falarão nosso destino hahaha

    Favor postar video cortando a cebola, grata!

    um beijo!!!

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Oi Jé!!!
      Lindo demais mesmo, né?
      Veja uns vôos para Ljubljana ou pra algum lugar da Áustria ou fronteira da Áustria com a Alemanha! Aí compensa muito voar pra lá e continuar a viagem de carro… é tao barato! 194€ até que tá dentro para aeroportos pequenos… mas nao pra 20h de viagem!!! Ridiculo! Compensa ir de buzao! rs
      Tenho mta vontade de conhecer a Croácia!!! Tenho certeza que vai ser top! Vamos rezar pra grana entrar hahaha
      Vou postar o video da cabola qquer dia q eu tiver cozinhando com o Thominhas, peco pra ele gravar, assim nao corro o risco de perder o dedo :D

      beijosssssssssssssss

      • Jeh   •  

        Não sei como lembrei dessa conversa que tivemos aqui e tive que vir aqui contar que a Megabus abriu rota em Lyon e agora tb tenho busão por 1€ taaaaa!
        E que nossa Croacia talvez fique pra depois pois achamos Lyon-Barcelona por 2€ hahahaha. Ok que é 9h de viagem mas esse preço poderia ser ate 24h hahaha

        • Beatriz Morgado   •     Author

          AHHHHH SE JOGAAAAA
          que delícia! aqui tem muito megabus, mas as viagens são muito longas e eu só tenho fds de folga, aí não rola :( se fosse pra tirar férias até rolava, né?!
          barcelona é tudo nessa vida, vai na fé!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *