House hunting na Inglaterra

Oi pessoal!

Hoje to aqui pra contar de uma nova experiência e de mais um grande passo que estou dando na vida!

Não sei se já comentei aqui no blog sobre o custo de vida na Inglaterra. Gente, é enooooorme, principalmente perto de Londres. Eu moro em Rickmansworth, que fica a uns 20 min de metrô até o centro (na Metropolitan line até Baker Street), e trabalho em Denham, que também fica pertinho.

Apesar de eu amar Londres e ter sonhado em morar aqui desde a primeira vez que conheci, esse sonho meio que virou um pesadelo, pois o preço das coisas e principalmente de moradia é um absurdo! Ja ouvi falar que é o lugar mais caro do mundo pra se morar e vou falar pra vocês que não duvido nadinha, viu. Se quiserem ter uma ideia, deem uma fuçadinha nos sites Zoopla e Rightmove. Se você mora de aluguel, procure um imóvel parecido com o seu para alugar e veja os precinhos daqui pra comparar. Se tem casa própria (ou dos pais), faça a mesma coisa, mas não esqueça de ver a localização. Lugares turísticos, perto de escolas, parques e metrô são geralmente bem mais caros.

Desde que cheguei aqui, estou pagando um absurdo de aluguel num apErtamento super bem localizado! Ele é uma gracinha, tem tudo que eu preciso, mas não vale o preço. O valor do aluguel é mais da metade do meu salário! Isso dá um desânimo que vocês não imaginam! Todo mês cai aquela bolada na minha conta bancária e é um dinheiro praticamente jogado fora, pois esse imóvel nunca será meu.

Como ainda não sou residente permanente, tenho o visto FLR (Further Leave to Remain) e só posso aplicar para o permanente (ILR – Indefinite Leave to Remain) e pra cidadania britânica em 5 anos, eu não tenho direito de financiar um imóvel no meu nome e nem de ter um financiamento conjunto com o meu marido, acreditam? É muito frustrante.

De qualquer forma, o Thomas também ja tá de saco cheio de me ver pagar aluguel (ele me ajuda com as contas de água, luz, council tax, gás, TV licensing e internet) e jogar dinheiro fora. Agora que estou mais “estabilizada” no trabalho, já passei pelo meu período de experiência e tudo mais, tá na hora de criarmos mais raízes aqui na terra da rainha!

Começamos a olhar umas casas e apartamentos aqui perto de Londres e eu simplesmente morri de rir com os preços! Sério! Única coisa que passa pela minha cabeça é: QUEM mora nesses lugares? O que essas pessoas fazem da vida? Tipo, casa de 2 quartos, 1 banheiro, garagem pra um carro, cozinha minúscula e uma sala  que so cabe um sofá de 2 lugares: 2 milhões de libras! WTF, negada!!! 2 milhões de libras são 10 milhões de reais! Com 10 milhões de reais eu compro um apê bem legal em Copacabana e não saio mais de lá. Fala a verdade!

Depois de muitas risadas, conversei com umas pessoas na Bosch que me recomendaram uma cidade chamada Bicester (pronuncia-se BISTA no inglês britânico, pois é, um dia escrevo um post sobre os choques que tive e ainda tenho com essa língua estranha). Bicester há alguns anos era uma cidade sem nada, até meio rural e tudo mais. Mas de uns anos pra cá tem crescido e se desenvolvido muito, principalmente por causa dos outlets de marcas famosas em Bicester Village, um lugar super fofinho que atrai turistas malucos por compras todos os dias. Descobri que tem um monte de excursões saindo de Londres pra lá só pra negada fazer compras e que os chineses são os principais clientes.

E nao é que é verdade? Fomos lá conhecer a tal de BISTA Village e tinha chinezinho pra todo lado!!!

Além disso, Bicester fica ao lado de uma das principais (e da melhor) estradas do Reino Unido, a M40. Com esse acesso fácil, da pra chegar em Londres em menos de 1h e na Bosch em 45-50 minutos de carro. Pra melhorar ainda mais o negócio, Bicester tem 3 estações de trem com trens direto pra todo canto, principalmente Londres e Oxford, que é sua cidade vizinha.

O legal de Bicester é que tem muitos imóveis sendo construídos e os mais antigos estão com preços mais acessíveis. E como a cidade está crescendo, é um ótimo lugar pra investir… agora não tem muita coisa, mas daqui uns anos é muito provável que valorizem bastante. Tudo que eu e o Thomas queremos!

Fomos pra lá fim de semana passado visitar umas casinhas e gostamos muito da área! Achamos dois lugares que gostamos muito e estamos só esperando o “mortgage advisor” do Thomas e o banco nos falarem o quanto podemos financiar, juros, etc etc. Eu fico muito triste de não contarem meu salário no financiamento! Se eu juntasse meu salário com o do Thomas, conseguiríamos um acordo muito melhor, mas imigrantes não tem direito, mesmo casados :( Chato, né? Mas tudo bem, estou com esperanças de que aceitem um valor decente considerando apenas o que ele ganha… aí quando eu tiver meu visto permanente, revisamos o financiamento e diminuímos os juros!

Eu estava meio em dúvida de me mudar para um lugar bem mais longe do trabalho e continuar não morando com o Thomas, mas só o fato de ter minha casinha e não pagar aluguel já me dá a maior empolgação! Eu gosto do meu apê, mas ele é bem pequenininho para o preço que eu pago, não posso receber visitas porque nem cabe, não posso trocar os móveis (eu odeio o sofá que “veio com ele”, então prefiro sentar no chão do que nele de tão desconfortável que é), não posso pendurar coisas na parede, não posso trocar a máquina de lavar roupa que tá velha (e eu tenho desconto na Bosch!!!), não posso pintar a parede de outra cor,  não posso estender roupa porque não tem varal, nem secadora, nem nada, fica tudo meio fedido que de não secar direito, não posso comprar um armário maior, não posso trocar as cadeiras da sala, NADA. Não é um lar! Fora que quando minha família vier me visitar, vão ter que ficar em hotel porque não cabem aqui em casa. Poxa, queria muito receber meus pais aqui, fazer uma jantinha com a minha irmã, tomar uma cervejinha… coisas simples da vida… mas em Londres não dá. Pronto, cabô.

Meu plano é mudar até o final do ano, de preferência até outubro, pois minha irmã e meu cunhado vem pra Inglaterra e quero que eles fiquem em casa. Hotel nesse país é uma fortuna e acho besteira eles gastarem com isso sendo que eu moro aqui! Vamos torcer para o financiamento ser aprovado e para aceitarem a oferta na casa que a gente gostou mais! Dedos cruzados!!!

Já estou decidida a mudar pra essa área, mas vou ter que me acostumar a dirigir bastante todos os dias. Como a estrada é boa e meu carro também é confortável, acho que vou me adaptar logo! Tomara!!! Tô tão empolgada com isso!

Procurar casa (em inglês tem uma expressão muito específica pra isso, que é house hunting) é muito divertido! Você olha mil fotos, marca um horário e vai até o lugar encontrar com o corretor de imóveis. Teve uma casa que a gente visitou que a mulher atendeu a porta de roupão, com a cara toda amassada e disse que tinha esquecido que iam visitar a casa! Aí do nada ela começa a se esbaldar de chorar, eu e o Thomas com aquela cara de ué… aí a nega: “desculpem, estou emocionada em vender a minha casa, moro aqui já 26 anos! Mas pode ser que eu esteja chorando porque ainda estou bêbada, enchi a cara ontem com minhas girlfriends”, hahahahahahaha whatafãqui gente! Aí a gente: “ai desculpe, não queremos te atrapalhar, podemos volta outro dia”, e a nega “não, não tem problema, entrem, essa é a sala de jantar, eu que fiz essa mesa, BUÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ AI GENTE QUE EMOÇÃO NÃO QUERO DEIXAR ESSA CASA, mas então essa aqui é a cozinha, como vocês podem ver tem espaço para panel…BUÁÁÁÁÁÁÁ essas panelas ganhei da minha mãe, elas vou levar comigo, desculpem não estão inclusas BUÁÁÁÁ, então vamos subir para ver os quartos?”

Puta nega estranha, mas tudo bem. Nem gostamos da casa mesmo!!!

Aí fomos para uma outra que a família tinha uns 4 cachorros e quando chegamos eles estavam saindo pra andar com os dogs e ficamos só nós dois e o corretor. Mano, a casa fedia horrores. Eu detesto cheiro de cachorro! E aqui, como é frio, não dá pra ter cachorro e deixar só no quintal, né? O bichinho morre de frio… então eles vivem na casa e fica tudo cheio de pelo e fedido! Não me odeiem, já contei muitas vezes nesse blog que não sou fã de bichos de estimação porque nunca tive e não entendo o amor das pessoas, sorry, mas me deu uma agonia de ficar lá dentro. Todos os sofás cobertos com mantas, provavelmente por causa dos pelos… a casa fedia muito. Aí tinha um canto lá que na plant dizia “sala de jantar”, mas a família estranha usou a sala de jantar como quartinho de tranqueira, né, não é possível! Nunca vi tanta coisa acumulada, um monte de parafernalha, coisas bloqueando a porta e tudo mais, terrível!!! E não é que a casa era boa?! Mó espaço bom e tudo mais, mas já riscamos da lista pelo preço e também pela sujeira… eles também eram fumantes porque onde não cheirava cachorro, cheirava cigarro. Não sei o que é pior (sei sim, com certeza cigarro).

O mais estranho é que quando você tá visitando essas casas a venda, é normal você abrir porta dos armários pra ver se tem espaço, dá aquela analisada na sala pra ver o que você mudaria, é normal odiar a decoração alheia e as cores das paredes, é normal odiar o edredom da pessoa… mas é bizarro quando as casas tem fotos espalhadas por todo lado, porque você meio que já tá julgando aquela galera pela cor da cortina, entendem??? Aí você vê uma foto de bebezinho ou de uma vozinha de 100 anos e se sente mal por odiar a cortina e o carpete dela porque é velhinha ou perdoa a bagunça da negada porque não deve ser fácil ter filho pequeno… e por aí vai.

Aí você imagina as suas fotos na parede daqui uns anos e imagina as pessoas no futuro indo visitar sua casa quando for vender, qual impressão você gostaria de causar? Eu e o Thomas fofocamos sobre isso! Você quer vender sua casa e nem arruma a cama quando vão lá ver? Quer vender sua casa e nem escondeu os fios da TV? Quer vender sua casa e deixou cocô do cachorro na varanda? Quer vender a casa e deixa sapato jogado na entrada? Acho que tô ficando igual a minha mãe!!!

Enfim, deixa eu parar de prosear aqui e arrumar minha mala!

Pois éééééééé, sabadão já viajo para o lugar misterioso (o Thomas já descobriu pra onde é e eu JURO que não saiu de mim!!! Eu conto no próximo post ou vocês que são espertos vão acabar descobrindo pelo meu Facebook, Instagram, Snapchat e por aí vai. Aliás, essa coisa de Snapchat tá muito na moda, eu não consigo acompanhar a evolução desse aplicativo, não sou descolada o suficiente. Mas tô vendo que só se fala nisso e o povo só quer saber disso. Po, gosto bem mais de blog, email, facebook, instagram… hahaha que idosa. E antes que vocês me perguntem, o meu é beatriz-morgado e de vez em quando desembesto e posto sem parar! Podem seguir lá, mas sou bem sem gracinha.

Beijos e até a próxima!

Bia

 

 

Comentários

Comentários

14 Comments

  1. Juliana   •  

    Bia, vc me ajudou com o Marriage Visitor, vi seu post e resolvi te escrever. Meu marido comprou uma casa em Reading em 2013 quando ainda tinha o FLR. Ele falou para voce procurar um “broker” em uma agencia imobiliaria. Se voce for direto ao banco eles sao mais rigidos realmente. E a agencia imobiliaria tem acesso a varios bancos e a outros tipos de instituicao financeira que podem oferecer financiamentos com regras diferentes. Nao sabemos tambem se as regras mudaram de 2013 pra ca ta, as coisas estao cada vez mais rigidas para imigrantes, ou se tem alguma diferenca pois o FLR era atrelado a um visto de trabalho, e o seu eh de esposa. Mas enfim, acho que vale procurar saber, pois como voce falou juntando os dois salarios o financiamento eh melhor. Qualquer info que precisar me escreve. Beijinhos

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Oi Ju,
      Muito obrigada pelas dicas! Foram muito úteis!
      Por enquanto está dando tudo certo e eu e o Thomas decidimos prosseguir com o financiamento só no nome dele, aí posso usar o meu crédito como \”first time buyer\” no futuro, caso a gente queira comprar outra casa ou fazer algum investimento. Sendo first time buyer, você ganha várias vantagens… vamos ver no que dá!
      Beijos e super obrigada mais uma vez!

  2. Mih   •  

    Oi Bia! Poxa, fiquei um tempão escrevendo um comentário e do nada ele sumiu T.T
    Morri com esse post! hahaha Li uma vez em um blog que os ingleses gostam muito de cachorros, é verdade?
    Quanto ao sotaque, vc fala inglês britânico, americano ou uma mistura dos dois? haha
    (acho o inglês britânico lindo!!)
    Não sei se vc lembra, mas eu tinha comentado no post anterior que achava que o destino da sua viagem era a Croácia, acho que pelo visto eu acertei!
    Boa sorte com a mudança e aproveita muuuito essa viagem, vc merece!!
    Beijos!

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Oi Mih! Que pena que seu comentário sumiu, mas pelo menos esse aqui apareceu ;)
      Eu acho que gostam sim, viu? Todo mundo que eu conheço aqui tem cachorro, tem vários pubs e restaurantes com plaquinhas \”dogs are welcome\” e coisa do tipo. Minha sogra tem cachorro e é louca por ele, até os cartões de aniversário, Natal etc ela assina com o nome dela e do cachorro, tipo da família mesmo. Meu sogro é a mesma coisa! Ele me mandou um e-mail mega fofo e assinou \”beijos, Stewart e Fred\”, e Fred é o dog hahaha sei lá né!
      Eu não sou muito fã, então não me encaixo muito :(

      AHHHH claro que lembro e vc acertou em cheio!!!!! Só não respondi o comentário porque queria que a surpresa continuasse, mas parabéns! Nunca pensei que alguém fosse acertar hahahaha
      Logo logo escrevo um post sobre a viagem, foi mto legal!
      Bjos beijos,
      Bia

  3. John Robert   •  

    Gsus. Bia, que coisa né? Muito tenso isso de você não conseguir seguir a vida com o thomas só por ser imigrante. É chato mas é até pra questão de segurança. Vai ententer.
    Meoo sério ? 10 milhoes ? E eu achando que o Brasil com os impostos, taxas e toooooda uma papelada pra resolver ganhava em preço de casa, aquelas coisas que voce paga 35 anos de vida todo mês, e que consome seu salario e as casas mau tem quintal, aliás se quiser tem jardim compre plantas de plastico porque acaba sendo IMPOSSIBLE. Enfim, cada um vai atras daqui que quer ne. Ai fico mega feliz de ler seus posts me empolgam. E posso falar, EU AMO LONDRES. Sério. Não sei explicar mas e uma conexao que pra mim e Deus. É tudo tão lindo, e exotico. E esse povo britanico então, falando e fazendo uns biquinhos e sendo meio shy? Aiii acho muito fofo *-* sei que um dia ainda vou conhecer londres. Meu chefe viajou uma vez pra ai e me trouxe um abridor de garrafa de presente. é tematico com o desenho do Big Ben, Telephone (aquele vermelhinho) e um Bus de dois andar. SOU APAIXONADO. É simples mas, foi o que deu né. Bia e snaps, eu morro de rir com os seus. Sei lá super me identifico com você, em estilo, e tudo mais. Você e espontânea. Divertido ver isso. cuidado com as coisas que ficam jogadas no sofa. aHAHAHAHAH O.O
    Por favor me fala depois da sua viagem to super ansioso, e vou acompanhar o inxtagram. Please let us know.
    Continue postando, e falando muito porque adoro ver voce falar e falar. AMO POST GRANDEEEEEEE. HAHAHAHA (eu achando que mando no blog, deixando comentario gigante kkkkk). Aliás, fale mesmo do inglês britanico porque eu assisto muitos filmes mas ainda é dificil de entender, eles tem muitos sotaques e formas diferente de falar o mesmo inglês, é lindo mas é confuso. Uma amiga diz que é mais facil, e eu acho bem mais dificil. vai entender. haha

    Bom é isso. Thanks por mais um post. adoro seus posts. É estranho me sinto seu amigo. mesmo nao te conhecendo. HAHAHA é aquela coisa que brasileiro tem de se enturmar. Sou bem assim.
    Enfim, até. Beijos.

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Oi meu querido! Adoro seus comentários gigantes! Tipo eu quanto tô inspirada hahaha
      Pois é, menino… comprar um imóvel aqui não é brincadeira! Pra mim, faz sentido o \”pedaço de terra\” custar mais caro porque é um país minúsculo perto do Brasil, então deve seguir o princípio de \”quem pagar mais, leva\”… aí cê vê uns absurdos de aPErtamentos custando milhões de libras. Absolutamente ridículo!

      Sobre Londres… ah… não tem como não amar, né? É uma cidade muito linda, cheia de história, cheia de realeza, cheia de pubs com cervejas diferentonas hahaha eu tb amo! E sobre os britânicos eu sou suspeita pra falar, né? Casei com um :D

      Um beijo bem grande pra vc e volte pro snapchat! Não te vi essa semana!
      :**

  4. Daa   •  

    Caaaaaara, vc é sensacional!
    eu choro de rir com suas postagens no facebook, adoro suas fotos no insta e li seu blog inteirinho e o achei por conta do au pair! esse tal de isnépi eu não tenho nao, meu celular é old school hahahahah
    De boa, nunca pare de escrever! vc é sensa!!!
    muito legal ver tudo q vc passou e onde está agora, desejo muita sorte Bia :)

  5. Michele Lopes   •  

    Oiii!
    Eu adoro seu blog. Li desde o começo, e achei surpreendente e muito fofo ver que você e o Thomas deram certo!
    E é muitooo legal ver como sua vida mudou depois do intercâmbio !
    Continue postando pra gente saber mais da sua vida! :)
    Beijos

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Oiii Michele! Obrigada pelo comentário :)
      Sempre que dá, apareço por aqui.

      Mil beijos!
      Bia

  6. Syndel Sendas   •  

    Eu amo acompanhar sua vida desde o seu Application até hoje! Me trás muita inspiração! E eu também sou pouco moderna, prefiro os blogs ao snapchat etc… hahahahaha
    Sucesso Bia! Nunca pare de escrever! <3

  7. Carla Ribeiro   •  

    Bia, volta pra gente :(
    sempre venho no seu blog conferir se você voltou e nada..

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *