A síndrome da barriga cheia

Acho que a pior parte de ficar tanto tempo sem escrever aqui é decidir sobre o que vou falar primeiro, no meio de tanta coisa acumulada pra contar!

Sempre começo meus posts pedindo desculpas pelo sumiço e fazendo mil promessas pra voltar a escrever, mas dessa vez vou começar diferente, pois os motivos do sumiço são justificáveis e eu realmente não sei quando vou poder escrever aqui com a freqüência que eu gostaria! Sinto muita saudade do meu blog, de “conversar” com vocês e de registrar minhas histórias, mas realmente virar adulto nao é fácil!

Falando em virar adulto, acho que esse é o tema que escolhi pra marcar minha volta aqui no blog! Vou tentar não matar vocês de tédio :)

Já faz 11 meses que estou morando aqui na Inglaterra, 1 ano que casei, quase 2 anos que sai do Brasil, 2 anos que me formei, 3 anos trabalhando na Bosch, 4 anos que terminei meu programa de Au Pair e 5 anos de infinitas mudanças! Entre trancos e barrancos, realizei muitos sonhos, conquistei coisas que nem imaginava e não tenho do que reclamar nessa vida… mas por que será que ainda reclamo tanto?

Eu sofro da síndrome da barriga cheia (eu que inventei essa doença, não precisaa procurar no Google, já vou explicar marromêno do que se trata).

Continue reading…