O que é “Au Pair”?

Muitas pessoas lêem esse blog por causa das dicas de viagem ou por causa das minhas histórias aleatórias, mas não faz nem ideia o que o título do blog significa. Se procura no Google, a coisa fica mais confusa ainda e dá preguiça de tentar entender, né?! Por isso, resolvi esclarecer esse tema para que ninguém fique perdido por aqui :)

“Au Pair” é uma palavra francesa bem antiga que significa “ao par” ou “igual”, referente ao trabalho que as pessoas costumavam oferecer em troca de alojamento ou comida. Hoje em dia, a palavra tem o mesmo significado para um trabalhador que recebe um salário normal, mas que geralmente mora com a família, e, em troca, realiza algumas tarefas domésticas, como cuidar de crianças e da casa.

Atualmente, o termo “Au Pair” é mais conhecido como um programa de intercâmbio para jovens estrangeiros que querem morar em um país diferente, viver uma nova cultura e, muitas vezes, aprender uma segunda ou terceira língua. Eles moram com uma família pré-selecionada e cuidam das crianças por 1 ano, no mínimo, podendo estender até 2 anos de contrato. É um mix de família com trabalho. Esquisito, né? Em troca, recebem um quarto privativo, comida e salário de 200 dólares americanos por semana, no caso dos Estados Unidos. Na Europa, o salário varia de 130 a 180 euros por semana, dependendo do país. Dependendo da família, a Au Pair também recebe um carro para que possa levar as crianças para suas atividades. Na maioria das vezes, as famílias permitem o uso do carro nos dias de folga.

As principais atividades de uma Au Pair são:

– Acordar as crianças, fazer café da manhã e arrumá-las para a escola;

– Levar e buscar as crianças na escola e/ou atividades, como esportes, parquinho, aniversário na casa do amiguinho etc;

– Brincar com as crianças e interagir sempre com elas;

– Preparar almoço e janta, se necessário;

– Lavar roupa das crianças e as próprias e guardá-las;

– Manter o quarto de brincar sempre limpo e arrumado;

– Lavar a louça das crianças e o banheiro;

– Arrumar as camas;

– Ajudar com a lição de casa;

– Criar atividades diferentes quando as crianças estiverem em casa;

– Fazer pequenas compras no supermercado para toda a casa;

– Se cuidar de bebês, trocar fraldas, dar banho, preparar a mamadeira e colocar para dormir;

– Ficar atento o tempo todo para que as crianças estejam seguras.

No Brasil, o Au Pair é um dos programas de intercâmbio mais populares e mais vendidos nas agências. No entanto, ele é exclusivo para meninas de 18 a 27 anos e têm um processo classificatório bastante rigoroso: é necessário ter experiência comprovada de trabalho com crianças (em creches, escolas, ONGs e demais instituições), carteira de motorista nacional e internacional (PID) e inglês intermediário, no mínimo.

Meninos também podem ser Au Pairs, porém ainda não há nenhuma agência no Brasil aberta a inscrições. Uma opção é encontrar famílias por sites com o o GoAuPair, GreatAuPair e AuPairWorld e tentar a sorte. O maior risco desses sites são as fraudes, pois sem uma agência por trás do processo, não há como verificar se são pessoas de boa ou má índole. Além desse risco, existe a exploração do trabalhador, pois as agências têm como regra o que a/o Au Pair trabalhe 45 horas semanais, no máximo. Se você for sem agência, não tem para quem pedir ajuda nesse caso.

Vocês devem estar se perguntando POR QUÊ uma família colocaria uma pessoa estranha, de outro país, para cuidar dos seus filhos, né? Bom, isso é algo cultural e muito comum nos Estados Unidos e na Europa. Além disso, o custo de uma nanny e de uma babá do próprio país são muito altos. Ser babá nos Estados Unidos é um emprego muito bom. É possível ganhar cerca de $100 dólares/hora cuidando de crianças, enquanto uma Au Pair ganha apenas $4,95 dólares por hora trabalhada! Vantagem para a família e para o intercambista, que aprende a língua com mais facilidade e ainda vive uma experiência completa no país estrangeiro.

As vantagens de ser Au Pair é a experiência como um todo, a oportunidade de amadurecer, aprender coisas novas, falar uma língua diferente, fazer amizades do mundo inteiro e, principalmente, viajar MUITO!

Eu sempre digo que minha época de Au Pair, apesar dos perrengues, foi a melhor fase da minha vida. Aprendi muito e faria tudo novamente.

Espero que tenha ficado claro! Se não, fique à vontade para comentar nessa página e tirar suas dúvidas!

PS:. A verdade é essa:

aupairmeme cópia

Beijos!

 

Comentários

Comentários

6 Comments

  1. ramon   •  

    Esse programa eh so pra jovens estudantes?não falo outro idioma mais sempre tive vontade de conhecer outro país e sempre tive medo de sair do lugar q nasci.agradecido.

    • Beatriz Morgado   •     Author

      Olá Ramon!
      Nao é necessário ser estudante, mas No Brasil, as agências só trabalham com mulheres de 18 a 27 anos. Você pode tentar encontrar uma família por conta própria na internet (pelo site GoAuPair.com, por exemplo) e participar do programa.
      Beijos!

  2. JAKELINE   •  

    POSSO ME INSCREVER NO PROGRAMA COM 27 ANOS?

  3. izabella g.   •  

    você tem alguma dica de agências ?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *